sábado, 23 de janeiro de 2021

Saúde
Compartilhar:

Outubro Rosa: médica denuncia ‘mamacídio’

Lucilene Meireles / 02 de outubro de 2015
Foto: Assuero Lima
No lançamento do Outubro Rosa, nessa quinta-feira (01), o Hospital Napoleão Laureano, a ONG Amigos do Peito e a Rede Feminina de Combate ao Câncer anunciaram a campanha ‘Dê uma chance a elas’, que arrecada fundos para realização de biópsias.

“Há uma demanda reprimida, e nem as secretarias de Saúde do Estado e de João Pessoa têm essa estatística. A gente vê os números porque chegam para nós os tumores grandes. São pacientes que estão há até um ano sem conseguir a biópsia. Muitas desistem e o tumor toma conta. Então, é um mamacídio, uma coisa desumana” disse Joana Barros, mastologista e presidente da ONG.

Joana explicou que não será possível fazer o exame em todas as mulheres que precisarem, já que o custo para cada uma é de R$ 600 e tudo vai depender da participação da população ao comprar os produtos, cujos preços variam de R$ 10 a R$ 50.

Os exames serão custeados com a venda de camisetas, canecas e broches da campanha. As mulheres passarão pela avaliação de um mastologista. O mutirão será durante todo mês e a campanha prevê um fundo de apoio que continuará após o Outubro Rosa.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas