terça, 19 de janeiro de 2021

Saúde
Compartilhar:

Justiça de Patos manda o Estado garantir hemodiálise para pacientes

Katiana Ramos / 25 de fevereiro de 2017
Foto: Divulgação
A Justiça de Patos acatou uma ação civil pública da Promotoria do município e determinou, na tarde de ontem, que o governo do Estado arque com os custos de hemodiálise para 114 pacientes que fazem o procedimento no Centro de Hemodiálise, vinculado ao Hospital Regional Janduy Carneiro, do município. A liminar deve ser atendida pela Secretaria Estadual de Saúde no prazo máximo de cinco dias.

O promotor autor da ação, Uirassu Medeiros, explicou que a terapia renal oferecida no Centro de Hemodiálise, operacionalizado pela empresa Nephron Paraíba Serviços de Nefrologia Ltda, estaria ocorrendo de maneira incipiente e atendendo apenas 83 pacientes, quando a capacidade de máquinas oferecidas pela empresa poderia atender 114 pessoas. Conforme o promotor, o custeio do tratamento está sendo feito somente com verba do governo federal, através do Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (Faec), o que não é suficiente para arcar com o tratamento do total de pacientes atendidos no Centro.

O dinheiro repassado à Nephron Paraíba Serviços de Nefrologia Ltda cobre 1.080 sessões, suficiente para apenas 83 pacientes. A empresa prestadora do serviço afirma que tem capacidade para atender até 114 pacientes.

Relacionadas