sexta, 22 de janeiro de 2021

Saúde
Compartilhar:

Estudantes se arriscam e recorrem a remédio estimulante para dar conta do ritmo de estudos

Aline Martins / 09 de abril de 2017
Foto: ASSUERO LIMA
Para ter mais disposição e concentração na hora de armazenar conteúdos, alguns estudantes estão adotando o uso de medicamentos como o metilfenidato (Ritalina), sem prescrição médica. A droga atua no cérebro potencializando os efeitos da dopamina, neurotransmissor que deixa o sistema nervoso central mais “ligado”. Os comprimidos, em alguns casos, são até os esmagados e os inalados, como a cocaína. Segundo uma especialista, o uso desses medicamentos de forma indiscriminada pode provocar efeitos colaterais como síndrome do pânico, problemas na tireóide e cardíacos, além de elevar a pressão sanguínea.

A compra desse produto só pode ocorrer através de indicação médica, por receitas, pois ela é retida por ser medicamento tarjado. No entanto, Esses remédios são indicados para pacientes que sofrem de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH), principalmente crianças, mas alguns estudantes ou concurseiros estão tomando de forma indiscriminada. Um risco para a saúde que pode causar uma dependência química.

Segundo o neurologista Artur Bernardo, a Ritalina causa dependência psicológica e aqueles que tomam, principalmente os estudantes, é de que só ingerindo é que poderá produzir com qualidade. “O sistema nervoso central tira aquele indivíduo da situação de sonolência, de fadiga, letargia para um sistema de acordado e com o cérebro muito ativo. Pensam eles que isso vai aumentar a aprendizagem. Efeito psicológico, efeito placebo é maior do que o efeito porque não é isso que se verifica”, afirmou, destacando que ainda não há estudos que comprovem, mas acredita-se que o metilfenidato diminui a concentração.

Sem nenhuma dificuldade e fiscalização, sites oferecem a venda de metilfenidato (Ritalina) sem cobrança de receitas. É um comércio livrem e é possível comprar por menos de R$ 60 uma caixa com 30 comprimidos, inclusive com o frete grátis. Isso não acontece apenas com esse medicamento, mas outros que também necessitam da indicação médica para o uso. Para os usuários do produto, os medicamentos como o metilfenidato têm por finalidade ajudar a passar muitas horas diárias concentrados na preparação para provas. Esse tema não é muito fácil de ser debatido com os estudantes, pois é velado entre os candidatos a uma vaga nas universidades ou em uma instituição pública. Por conta disso, alguns estudantes decidiram falar sob a condição de não serem identificados.

Leia Mais

Relacionadas