terça, 19 de janeiro de 2021

Saúde
Compartilhar:

Esforço médico: Mutirão cirúrgico atende 50 crianças no Hospital Universitário

Alexandre Kito / 07 de maio de 2017
Foto: Assessoria HU
Pacientes que estavam na fila de espera há mais de seis meses tiveram ontem a oportunidade de realizar o procedimento cirúrgico, através do Mutirão Nacional de Cirurgia Pediátrica, que atendeu 50 crianças no Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW), em João Pessoa. Foram realizadas cirurgias de herniofarria e postectomia (hérnia e fimose), durante todo o dia, o que contribuiu para que a fila fosse reduzida à metade.

O Mutirão fez parte de um evento nacional da Associação Brasileira de Cirurgia Pediátrica, que anualmente promove projetos de saúde, beneficiando crianças. De acordo com o superintendente do HU, Arnaldo Medeiros, os pacientes foram preparados antes das cirurgias. A escolha foi de acordo com o tempo de espera na fila da unidade.

Simples e complexo. “Esse ano resolvemos participar por ter condições mais efetiva. O nosso hospital tem uma rotina de cirurgias pediátricas e o Mutirão teve como objetivo avançar no trabalho. São crianças que já estavam prontas e a equipe era toda do próprio hospital”, explicou o superintendente. Ele acrescentou que os procedimentos eram simples e não foram necessárias internações. Também houve cirurgias mais complexas. Foram mobilizados seis cirurgiões pediátricos em cinco salas.

“Meu filho só faria no final de junho”

Mãe de um paciente de noves anos de idade, Dayse Pereira de Moura, aguardava pelo procedimento há mais de seis meses. Ontem, o filho se submeteu a cirurgia de fimose. “Se não fosse o Mutirão, ele só deveria realizar o procedimento no fim do mês de junho. Sendo que meu filho já estava preparado há um bom tempo”, disse. O esforço concentrado contou com um atrativo para reduzir a  ansiedade das crianças: as brincadeiras do Projeto ‘Tiquinho de Alegria’, formado por estudantes da UFPB.

Relacionadas