sábado, 20 de outubro de 2018
Saúde
Compartilhar:

Chuvas trazem risco de leptospirose; veja como prevenir

Bárbara Wanderley / 22 de fevereiro de 2018
Foto: Assuero Lima
O período chuvoso eleva o risco de leptospirose, principalmente nas capitais e áreas metropolitanas, devido ao acúmulo de água em locais com condições inadequadas de saneamento e infestação de roedores.

Este ano já foram registrados dois casos da doença na Paraíba, sendo um em João Pessoa e o outro em Cabedelo. No ano passado, foram 11 casos e dois óbitos, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde.

A doença é transmitida pelo contato direto com a urina do rato infectado ou pela exposição à água contaminada pela bactéria Leptospira, que penetra no organismo através das mucosas e também pela pele imersa por longos períodos na água/lama contaminada. O contato com esgotos, lagoas, rios e terrenos baldios também pode propiciar a infecção, de acordo com a chefe do Núcleo de Doenças Transmissíveis da SES, Anna Stela Pachá.

Sintomas

Os principais sintomas são febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, principalmente nas panturrilhas. Podem também ocorrer vômitos, diarreia e tosse.

Nas formas graves geralmente aparece icterícia (pele e olhos amarelos), sangramento e alterações urinárias, e pode haver necessidade de internação hospitalar.

De acordo com Anna Stela, os casos leves são tratados em ambulatório, mas os casos graves precisam ser internados.

Hospitais de média e alta complexidade podem realizar a assistência de acordo com a gravidade apresentada pelo paciente.

Prevenção



  • O uso de raticida (desratização) deve ser feito por técnicos capacitados para evitar acidentes domésticos por intoxicação


  • Evitar o contato com água ou lama de enchentes e impeça que crianças nadem ou brinquem nessas águas


  • Armazenamento apropriado de alimentos


  • Desinfecção e vedação de caixas d´água para evitar a entrada de ratos


  • Ter cuidados com a presença de animais peçonhentos na casa


  • Pessoas que trabalham na limpeza de lama, entulhos e desentupimento de esgoto devem usar botas e luvas de borracha (ou sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés).


Relacionadas