terça, 19 de janeiro de 2021

Religião
Compartilhar:

Arcebispo da Paraíba manda mensagem a fiéis durante missa de ano novo

Katiana Ramos / 02 de janeiro de 2019
Foto: Rafael Passos
Chamados à construção da paz e da solidariedade. Esta foi a mensagem passada aos fieis católicos pelo Arcebispo Metropolitano da Paraíba, Dom Manoel Delson, durante a missa do Ano Novo, celebrada ontem na Basílica de Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. Durante a homilia, o religioso pediu ainda orações para os novos governantes do Estado e do país para a construção de um novo ano melhor.

“Esse novo tempo só será novo se nós nos dedicarmos a cada dia a construção de coisas boas na nossa vida e daqueles que estão ao nosso redor. Sejamos homens e mulheres construtores do novo tempo. Construtores do amor, da solidariedade”, refletiu Dom Manoel Delson. O arcebispo destacou ainda que é preciso ser confiante e esperançoso em relação aos novos governantes, pelos quais pediu orações, e que cada um é chamado a propagar a paz ao longo do ano.

“Nós somos filhos de Deus e vivemos livres porque Jesus Cristo nos foi dado. Temos que confiar em Deus, no seu, na sua misericórdia, e confiar que ele nos acompanha. Por isso, não devemos perder a esperança”, frisou o religioso, lembrando que ontem também foi comemorado o Dia Mundial da Paz.

Embora ainda com muitos lugares vazios, a Catedral de Nossa Senhora das Neves se encheu de fiéis esperançosos na primeira missa de 2019, celebrada pela manhã. Católicos que mantém essa tradição há muitos anos, como a aposentada Nalva Lucena, que mora no bairro da Torre, reservou as primeiras horas do dia para agradecer pelo novo ano e participar da missa. “Faço isso desde que me entendo por gente. Sempre gostei de começar o ano já agradecendo. Essa esperança que o bispo falou é o que a gente precisa. Então, pra mim, é uma alegria começar mais um ano na igreja”, revelou Nalva Lucena, de 78 anos.

Quem também não perdeu a oportunidade de participar da missa na Catedral foi José Silveira. Morador do bairro de Jaguaribe, ele aproveitou a calmaria das ruas do Centro da capital para vir caminhando até a Basílica. “Só tenho a agradecer a Deus por esse ano que passou. A gente passa por problemas. Mas, temos que confiar em Deus. Sem ele, é pior”, comentou. Ainda durante a tarde de ontem, outra missa foi celebrada na Catedral, às 17h.

Relacionadas