quinta, 27 de junho de 2019
Cidades
Compartilhar:

Privatizada, Zona Azul terá três tempos de permanência

Ellyka Gomes / 07 de maio de 2019
Foto: Divulgação/Secom-JP
A Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP) lançou o edital de licitação que vai contratar a empresa especializada para implantar e operar o novo sistema de estacionamento rotativo da Capital. O vencedor do certame terá que investir quase R$ 35 milhões (em dez anos de concessão) e criar, em 12 meses, mais de três mil vagas. Uma das principais novidades é a diferenciação das ruas de acordo com o tempo de permanência, sendo três faixas de horário.

Inicialmente, somente as ruas da região central de João Pessoa receberão o novo sistema de estacionamento. Na primeira etapa, serão criadas 1.989 vagas de alta e média rotatividade. Essa fase deverá entrar em operação em até 60 dias após a assinatura do contrato com a empresa vencedora da licitação. Na Zona Vermelha, a permanência será de uma hora, com possibilidade de renovação de mais 60 minutos.

Na Zona Azul, o motorista poderá estacionar o veículo por duas horas, mas não terá como renovar o tempo. Na segunda fase, serão criadas outras 1.048 vagas na Zona Verde, que compreende ruas com baixa rotatividade. A permanência nessa área será de cinco horas, sem a possibilidade de renovação de tempo. Esta etapa só entra em vigor dez meses depois que a primeira estiver em operação.

De acordo com a Semob-JP, o nível de rotatividade de um estacionamento é definido pela demanda por uma vaga em uma determinada área ou via e está associado à intensidade das atividades exercidas no entorno. Quanto maior a procura, maior a necessidade de reduzir o tempo de permanência dos veículos para que vários outros possam fazer uso do mesmo espaço.

Sistema informará sobre as áreas livres



O novo sistema de estacionamento rotativo de João Pessoa será totalmente automatizado e informatizado. O usuário vai poder verificar vagas disponíveis na área que deseja estacionar e pagar o bilhete pelo celular, usando um aplicativo ou uma página na internet, que serão criados pela empresa que vai gerenciar o sistema.

O pagamento poderá também ser efetuado em totens instalados em estabelecimentos comerciais parceiros. As máquinas estarão, no máximo, a 80 metros de distância uma da outra e aceitarão pagamentos em cartão de crédito ou débito. O tempo de funcionamento do serviço também deverá ser estendido. Com a implantação do sistema, as vagas serão monitoradas das 7h às 18h nos dias úteis e das 7h às 16h aos sábados.

O superintendente de Mobilidade Urbana da Capital, Adalberto Araújo, destacou que o novo sistema vai facilitar a vida de quem procura por vagas em locais muito frequentados. “Queremos modernizar o serviço de estacionamento rotativo de João Pessoa trazendo o que há de mais atual nesse modelo”, ressaltou.

Licitação



As propostas serão recebidas e abertas no dia 25 de junho deste ano, às 9h, na sede da Semob-JP, localizada no KM 25 da BR 230 – S/N, no bairro do Cristo Redentor. Conforme edital de concorrência, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do último sábado, o tipo de licitação será de Técnica e Preço, utilizada pelo poder público em quatro situações, entre elas, quando diz respeito a bens, serviços ou obras de grande vulto, envolvendo tecnologia refinada.

Relacionadas