quinta, 04 de março de 2021

Cidades
Compartilhar:

Por conta da poluição e da fraqueza das árvores, floração dos Ipês amarelo é incerta

Lucilene Meireles / 14 de novembro de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
A floração dos ipês começou em João Pessoa. Na Avenida Beira Rio, o tom rosa deu um colorido especial, e as flores que caem formam um tapete no canteiro central da via. Porém, o momento chegou com atraso, já que as flores deveriam ter aparecido desde setembro, e há ainda o risco de não acontecer a floração dos ipês amarelos no Parque Solon de Lucena. O pré-inventário arbóreo de João Pessoa (2007) apontou que os ipês são menos de 2% das 15,3 mil árvores de 37 dos 64 bairros da Capital.

Anderson Fontes, chefe da Divisão de Arborização e Reflorestamento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semam), disse que a expectativa é que os ipês amarelos floresçam em dezembro, já que passaram pelo mesmo tratamento que os roxos.

Além da seca, a poluição atmosférica e residual acaba atrasando a floração e debilitando os ipês. A infestação de cupins e fungos também contribui para deixar a árvore fraca. “Vários fatores, como temperatura elevada, chuvas, poluição atmosférica fazem com que a árvore fique debilitada, retardando a floração, que fica lenta, não flora totalmente”, completou.

Leia a reportagem completa no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas