sexta, 18 de setembro de 2020

Policial
Compartilhar:

PRF-PB prende quadrilha acusada de aplicar golpes em todo o Nordeste

Assessoria / 03 de maio de 2016
Foto: Divulgação
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, na noite dessa segunda-feira (02), uma quadrilha suspeita de estelionato. O esquema foi desvendado a partir de uma abordagem realizada na BR-101, próximo ao município de Alhandra. Dois homens e duas mulheres estavam numa Mercedes Benz vindos da Bahia e pretendiam chegar a Fortaleza, capital cearense.

Ao abordarem o veículo, os policiais rodoviários federais solicitaram ao condutor sua arteira de habilitação, documento do veículo e dos passageiros. O condutor apresentou uma CNH com suspeita de inautenticidade, o que foi confirmado após consulta nos sistemas policiais. Na CNH apresentada pelo condutor constava nome de terceiro e com ele foram encontrados também RG falso do estado do Piauí, com foto igual ao primeiro documento apresentado, porém com nomes diversos. Além destes, outros quatros espelhos em branco de RG, cartões de créditos, roupas e calçados foram encontrados em posse do condutor que confessou ter comprado os objetos com os cartões falsos.

Em revista ao veículo, foi localizado um notebook com vários arquivos de formulários em branco, onde os criminosos realizavam as falsificações. Além do condutor, um passageiro e uma das mulheres também possuíam documentos falsos.  Dentre os impressos, foram descobertos comprovantes de renda e de residência de vários estados, inclusive declarações de imposto de renda inautênticos. Ao todo 22 documentos falsos foram apreendidos.

O bando havia saído da Bahia e aplicava golpes por onde passava comprando artigos de luxo com os cartões. A última investida ocorreu em Recife em um grande shopping da capital pernambucana. Um dos integrantes confessou  que veículo usado pela quadrilha também havia sido comprado através de golpe conhecido como “finan”, onde o bem é comprado financiado com documentos falsos em nome de terceiros.

Os dois homens e uma das mulheres  já possuíam passagem pela polícia pelo mesmo crime e um deles já havia sido condenado e cumprido pena em prisão na Bahia. A quadrilha e os materiais apreendidos foram encaminhados para a Polícia Civil de Alhandra-PE onde foram autuados por estelionato, formação de quadrilha e falsificação de documento.

Relacionadas