sexta, 04 de dezembro de 2020

Policial
Compartilhar:

Polícia prende suspeito de negociar veículos de maneira fraudulenta em João Pessoa

Redação com assessoria / 07 de fevereiro de 2017
Foto: Divulgação Polícia Civil
A Polícia Civil da Paraíba, por meio da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF) de João Pessoa, prendeu, na tarde desta segunda-feira (6), Glaucio Silva dos Santos, 28 anos, que é investigado pela prática criminosa de estelionato. Ele foi denunciado na DDF por uma vítima que teria sido enganada durante a negociação de repasse de um carro ao suspeito.

“Glaucio fez um acordo com a vítima de ficar com o carro e pagar as parcelas do financiamento, mas não cumpriu e ainda renegociou o carro para outra pessoa. Quando a vítima descobriu que estava com o nome negativado no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) por causa das parcelas atrasadas do financiamento, procurou o investigado para ele resolver a situação. Glaucio se negou e desapareceu com o veículo”, disse o delegado Lucas Sá.

Foi aí que a pessoa notou que tinha sido vítima de um golpe. Ela procurou a Delegacia de Defraudações e Falsificações para tentar recuperar o bem que foi subtraído e ver preso o responsável por ter causado um prejuízo de R$ 23 mil a ela. Foram realizadas algumas diligências e durante os levantamentos a equipe de investigadores descobriu que o suspeito respondia a processo criminal na Comarca de Bayeux com prisão preventiva decretada em março de 2015.

A equipe da DDF conseguiu encontrar Glaucio em uma residência localizada no bairro de Cruz das Armas, na Zona Oeste da Capital. No local, a polícia apreendeu o veículo negociado por ele de forma fraudulenta. O carro modelo Corsa sedan branco, será devolvido à vítima. Por ter encontrado com ele o veículo, os policiais, além de dar cumprimento ao mandado de prisão preventiva, ainda autuaram o suspeito pelo crime de apropriação indébita.

A DDF vai continuar realizando diligências com o objetivo de descobrir se o suspeito fez outras vítimas e identificar se ele praticava os golpes com ajuda de outras pessoas. Glaucio vai ficar recolhido na carceragem da Central de Polícia no Geisel aguardando pela audiência de custódia. O delegado Lucas Sá pede para que as vítimas procurem a Delegacia de Defraudações e Falsificações ou faça as denúncias de crimes praticados pelo suspeito para o número 197 Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Sesds), não precisa se identificar e todas as informações serão investigadas.

Relacionadas