segunda, 19 de abril de 2021

Policial
Compartilhar:

Polícia desarticula quadrilhas que assaltavam Correios

Mislene Santos com informações de Bruna Vieira / 14 de dezembro de 2016
Foto: Bruna Vieira
Cinco presos e dois foragidos. Este foi o saldo da operação Postal, deflagrada nesta quarta-feira (14) pela Polícia Federal (PF) com o apoio da Polícia Militar (PM), que desarticulou duas quadrilhas especializadas em assaltos a agências dos Correios e Telégrafos e estabelecimentos comerciais da Paraíba.

A Polícia não soube precisar quanto tempo às quadrilhas estavam agindo no Estado. Alguns integrantes delas já são conhecidos pela prática de vários crimes, um deles era foragido e já havia mandado de prisão expedido.  Há um mês este integrante foi preso e através dele a polícia chegou aos demais integrantes da quadrilha que assaltaram a agência dos Correios de Boqueirão.

Um dos assaltantes resistiu à prisão, mas logo foi contido pelos policiais. Com a quadrilha foi apreendido vários celulares que vão ser usados para investigar a participação dessas pessoas em outros crimes e se há outros integrantes das quadrilhas soltos. Nenhuma quantia em dinheiro foi encontrada com os presos.

De acordo com as investigações, a organização criminosa tinha base em Cabedelo, na Grande João Pessoa. Foi confirmado que o grupo atuou em ataques violentos aos Correios de Boqueirão, no Cariri paraibano, e Mulungu, Agreste do estado.

Ação

As quadrilhas não explodiam as agências dos Correios, armados os integrantes rendiam os vigilantes e roubavam o que tinha.  As cinco pessoas foram presas em Cabedelo, quando estavam em casa. A operação contou com a participação de mais de 50 policiais federais e 36 militares.

Investigação

O delegado da Polícia Federal de Campina Grande, Gustavo Vieira, explicou que as investigações foram feitas pela Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais da Polícia Federal na Paraíba com o apoio da delegacia Federal de Campina Grande.

Segundo ele, as primeiras informações apontavam para o envolvimento de três pessoas no assalto aos Correios de Boqueirão.  Com prisão do  primeiro assaltante,  que é natural de Boqueirão, se chegou aos demais integrantes do grupo.

“Ele foi preso há algumas semanas e a partir das informações que foram surgindo conseguimos descobrir que o assalto contou com a participação de quatro elementos e que ainda existia uma quinta pessoa que ajudou no planejamento e na execução desse crime”, declarou Gustavo Vieira.

Segundo ele, o crime está solucionado e a polícia trabalhará para esclarecer qual a participação de cada integrantes da quadrilha na ação criminosa.

Mandados

Foram cumpridos três mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e oito de busca e apreensão.  A polícia não conseguiu cumprir dois mandados de prisão preventiva devido à fuga dos investigados.  Há ainda o possível envolvimento de um menor na nos crimes.

Eles vão responder pelo crime de roubo qualificado e formação de quadrilha.

 

 

 

 

Relacionadas