quinta, 19 de setembro de 2019
Policial
Compartilhar:

Polícia Civil combate falsificação e apreende produtos em lojas e stands

Bárbara Wanderley / 18 de janeiro de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
A Polícia Civil da Paraíba conduziu à delegacia dez pessoas responsáveis por estes estabelecimentos, acusadas de falsificação e venda de eletrônicos. Estima-se que o grupo, que comercializava aparelhos de som de alta performance, causou um prejuízo de aproximadamente R$ 2 milhões à fabricante dos aparelhos.

Foram apreendidos aproximadamente 3 mil produtos, que eram vendidos com valor até 600% mais baixo que o aparelho original. Uma caixa de som do modelo JBL Flip 4, por exemplo, custa, no site oficial da fabricante, R$ 699, enquanto o modelo falsificado encontrado em uma das 14 lojas fiscalizadas era vendido por R$ 90.

O titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF), Lucas Sá, explicou que os suspeitos presos nessa quarta-feira (17) foram liberados e responderão em liberdade. Além dos eletrônicos, foram apreendidos computadores e celulares, que ajudarão a polícia a identificar o fornecedor dos itens falsificados. “Em cada alvo o prejuízo médio é de R$ 100 mil, mas em um dos alvos, que acreditamos receber os produtos direto da China, foram apreendidos mais de R$ 1 milhão em produtos. Não sabemos com certeza a origem dos produtos, esperamos descobrir com as perícias dos celulares dos envolvidos”, disse o titular da DDF.

Lojas fiscalizadas

De acordo com Lucas Sá, os mandatos de busca e apreensão foram realizados em quatro lojas do Centro e em stands de três shoppings de comercio popular da Capital. Desde o ano passado, este é somente o segundo inquérito do tipo aberto pela DDF. Isto porque uma operação deste tipo demanda representação direta da fabricante prejudicada. Os presos responderão por Crime Contra a Propriedade Industrial, que tem punição de menos de um ano.

Relacionadas