sábado, 19 de junho de 2021

Policial
Compartilhar:

Polícia apreende uma tonelada de cigarros em Campina Grande

Fernanda Figueirêdo / 29 de janeiro de 2016
Foto: Divulgação
Dois homens foram presos no início da noite de ontem no bairro Dinamérica, em Campina Grande, acusados de fazer parte de uma quadrilha que contrabandeava cigarros para distribuir na Paraíba e até em Estados vizinhos.

Marcelo Calisto de Souza, de 51 anos, policial reformado, e seu irmão Valney Calisto de Souza foram surpreendidos em flagrante com mais de duas mil caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai, o equivalente a 1 tonelada.

A operação foi deflagrada por uma equipe da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e, segundo o superintendente da Polícia Civil, Luciano Soares, os suspeitos estavam sendo investigados há quatro meses.

“A prisão foi realizada em um lava jato que funcionava com um movimento bem modesto, apenas para evitar suspeitas, mas que na verdade servia como depósito para os cigarros. A informação que temos é que os produtos são contrabandeados do Paraguai e ficavam armazenados neste local para depois serem distribuídos em cidades das regiões do Agreste, Cariri e Curimataú paraibano”, disse.

O material apreendido e os dois suspeitos foram encaminhados para a Central de Polícia Civil que deverá conceder entrevista à imprensa hoje às 10h. Segundo a equipe de investigação, esta foi a maior apreensão de cigarros contrabandeados realizada em Campina. A polícia já investiga outros envolvidos no esquema criminoso.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas