quarta, 12 de maio de 2021

Policial
Compartilhar:

‘Novo Cangaço’ volta a atacar na cidade de Uiraúna, no Sertão paraibano

Wênia Bandeira / 17 de outubro de 2018
Foto: Reprodução
Pelo menos oito bandidos atacaram nessa terça-feira (16) a agência do Banco do Brasil da cidade de Uiraúna, localizada a 477 quilômetros de distância de João Pessoa. Esta foi a 57ª ação criminosa contra bancos no Estado, número que é maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando aconteceram 52 ações criminosas.

De acordo com o delegado que atendeu a ocorrência, James Cilkero, todo o dinheiro foi levado. Eles explodiram, com a ajuda de dinamites, dois caixas eletrônicos e o cofre da agência.

“Estão circulando nas redes sociais, imagens gravadas por algum morador. Os vídeos mostram uma caminhonete com oito homens, sendo cinco dentro do veículo e três na carroceria. Estamos usando estas imagens para identificar os acusados”, afirmou o delegado. Ele ainda informou que foram solicitadas imagens de câmeras de segurança.

Um carro de passeio foi encontrado queimado e a polícia acredita que tenha sido usado pelos criminosos. Ele foi abandonado na saída de Uiraúna para a cidade de Sousa, para onde a investigação policial acredita que eles tenham fugido.

A ação do ‘Novo Cangaço’ aconteceu no mesmo modes operandi das outras cidades. “Foram feitos disparos para cima com a intenção de amedrontar a popular e inibir a resposta da Polícia Militar”, completou o delegado.

Os assaltantes espalharam grampos nas saídas para os estados do Rio Grande do Norte e Ceará. Até ontem, foram registradas 24 ocorrências contra o Banco do Brasil desde janeiro, o que faz da empresa a preferida dos bandidos.

O secretário de Imprensa e Divulgação do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Rogério de Lucena, informou que vem solicitando às empresas maior segurança nas agências. “Pedimos inclusive acompanhamento em tempo real, o que ainda não foi feito”, afirmou.

Relacionadas