segunda, 20 de maio de 2019
Policial
Compartilhar:

Locadoras de veículos, funcionários e clientes de aeroporto são assaltados

Bárbara Wanderley / 05 de janeiro de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
Duas das três locadoras de veículos que ficam localizadas em frente ao aeroporto foram assaltadas e no último dia 20 de dezembro houve um arrastão no estacionamento do Castro Pinto. Nessa quinta-feira (4), dois homens foram presos em flagrante, acusados de assaltar funcionários de uma locadora de veículos durante a madrugada. Um terceiro suspeito ainda está foragido. Ainda não se sabe se o grupo é responsável pelas ocorrências anteriores.

Um funcionário da locadora contou que, na madrugada dessa quinta-feira (4), três homens realizaram o assalto levando dinheiro, celulares, tablets, rádios comunicadores e computadores de funcionários e clientes que estavam presentes. “Eles não levam os carros porque sabem que são rastreados”, revelou o funcionário.

O celular de uma das vítimas possuía um sistema de rastreamento através do qual a polícia localizou os objetos roubados junto com dois suspeitos, de 19 e 31 anos, em uma casa no bairro Alto da Boa Vista, em Bayeux. No local, além de alguns dos objetos roubados, a polícia apreendeu uma máscara e um simulacro de arma de fogo.

O mesmo funcionário informou que não é a primeira vez que uma situação desse tipo ocorre, já que uma locadora de veículos vizinha já havia sido assaltada e há relatos de assaltos na saída do estacionamento do aeroporto, e até mesmo em sua área interna.

De acordo com ele, os bandidos se escondem na área de mata próxima e pulam as grades que cercam a loja, que não tem cerca elétrica ou qualquer outro dispositivo que impeça o acesso. Ele afirmou ainda, que apenas dois policiais fazem a segurança interna do aeroporto, mas na área externa não segurança alguma.

Um funcionário de outra locadora contou que a empresa enviou ofícios para a prefeitura de Bayeux, a Infraero e a Polícia Militar solicitando ajuda para os problemas de segurança da área.

Infraero

A assessoria de comunicação da Infraero divulgou nota em que alega que a segurança nas áreas públicas do sítio aeroportuário é de competência dos órgãos policiais dos Estados e Distrito Federal, conforme determina o Programa Nacional de Segurança da Aviação Civil Contra Atos de Interferência Ilícita (PNAVSEC, Decreto presidencial 7168/2010).  Em João Pessoa, a superintendência do Aeroporto Castro Pinto mantém contatos com as polícias Civil e Militar, que também integram a Comissão de Segurança Aeroportuária (CSA).

Além disso, a administração do aeroporto fará contato com a empresa responsável pelo estacionamento para avaliar a questão de segurança do local, que é terceirizado, conforme contrato de concessão comercial.

Segurança

A assessoria da Polícia Militar informou que a segurança da área é feita pela 4ª Companhia de Polícia Militar de Bayeux e também pela Companhia Especializada em Apoio ao Turista (Ceatur), que realizou a prisão.

Relacionadas