sábado, 16 de janeiro de 2021

Policial
Compartilhar:

Estudante de Direito é assassinado em Jacarapé, na Capital

Adriana Rodrigues e Ana Daniela Aragão / 02 de maio de 2016
Foto: Arquivo
O estudante de direito Ailton Alcântara da Silva Junior, conhecido como Juninho, 20 anos, foi assassinado com um tiro de arma de fogo no abdômen, durante uma festa de aniversário em uma granja em Jacarapé, em João Pessoa.

O motivo do crime está sendo investigado pela Delegacia de Homicídio da Capital, que conforme informações preliminares foi ocasionado por uma briga, por causa de ciúmes do autor do crime.

A confusão teria começado quando um homem jogou água que caía de uma biqueira em Ailton. Ele também jogou água no acusado que não gostou e começou a discutir, e atirou na vítima, que também era estoquista de uma loja de calçado na capital.

Ferido, Ailton chegou a ser socorrido para um hospital da Capital, mas não resistiu e morreu. Segundo a Delegacia de Homicídios de João Pessoa, o possível autor do crime não foi identificado, e nem qual o tipo de armar com que fez o disparo, mas testemunhas estão sendo ouvidas, mas a hipótese é de que o autor do crime estava com ciúmes da vítima com a aniversariante.

De acordo com familiares de Ailton, ele havia sido convidado para a festa pela aniversariante. Morador de Bayeux, na Grande João Pessoa, o jovem saiu de casa e foi para a festa. Segundo eles, a vítima era um jovem estudioso e não entrava em brigas. A família também pediu que outros pais de jovens tomem mais cuidados com os filhos. “Foi mais um crime contra uma pessoa decente, estudiosa e que trabalha. A família está revoltada pelo possível motivo desse crime e espera justiça. Não queremos que outros pais passem pelo que a nossa família está passando”, desabafou um tio da vítima.

Relacionadas