domingo, 19 de novembro de 2017
Policial
Compartilhar:

Empresária do ramo do turismo acusada de estelionato se defende em gravação

Fábio Cardoso / 16 de março de 2016
Foto: Divulgação
O delegado titular da Delegacia de Defraudações de João Pessoa, Lucas Sá, liberou um áudio onde a empresária Mariana Reis, acusada de estelionato na venda de pacotes turísticos, se defende e tenta explicar para uma cliente as razões que fizeram com que não cumprisse o contrato de venda de um pacote. De acordo com o áudio, a empresária justifica a crise econômica, a elevação do dólar - que teria superado os R$ 3 - e a queda nas vendas que teriam chegado a 70%.

O delegado afirmou que já ouviu os depoimentos de alguns ex-funcionários da agência da empresária, mas não revelou o conteúdo. No entanto, ele alertou que pode pedir a prisão preventiva de alguns deles, caso não colaborem com as investigações. Ele revelou que acredita no envolvimento dos ex-funcionários nos golpes.

Nesta quarta-feira (16), dois casais de Campina Grande compareceram à delegacia para denunciar a empresária. Ela teria vendido pacotes para um cruzeiro no Caribe, mas só havia as reservas de voos, sem pagamento, apesar dos clientes terem feito os depósitos. O delegado afirmou que Mariana Reis e o marido dela, Victor Lucena, utilizavam os cartões de crédito para gastos pessoais, depois tentavam explicar aos clientes que estava havendo engano nas operações, sem devolver os valores gastos. Os crimes, segundo Lucas Sá, podem superar R$ 1 milhão. O casal, segundo o delegado, está residindo nos Estados Unidos.

Relacionadas