sexta, 19 de julho de 2019
Policial
Compartilhar:

Em 59 dias, 21 mulheres foram assassinadas na Paraíba, 200% a mais que em 2017

Ainoã Geminiano / 01 de março de 2018
Foto: Reprodução
Com o saldo parcial do mês, somado aos dados de janeiro, chega a 21 o número de mulheres assassinadas em 2018. No mesmo período, em 2017, foram registradas sete ocorrências. Para o Centro da Mulher 8 de Março, os números dos primeiros meses deste ano são estarrecedores e jamais vistos pelos movimentos que trabalham no enfrentamento da violência contra a mulher.

Nessa quarta-feira (28), em São João do Cariri, a 234 km de João Pessoa, o caminhoneiro Edvaldo Meira de Andrade, de 56 anos, matou a mulher Maria José de Farias Brito e Meira, de 51 anos e em seguida tirou a própria vida. De acordo com informações colhidas pela polícia no local do crime, Edvaldo não estaria aceitando a separação e atacou a mulher com facadas. Após cometer o crime, o caminhoneiro foi para outro cômodo da casa, cortou os pulsos e se enforcou. A polícia foi chamada por vizinhos e os corpos foram levados para o Instituto de Medicina Legal de Campina Grande.

Também na manhã dessa quarta-feira (28), na cidade de Barra de Santa Rosa, no Curimataú paraibano, uma mulher de 36 anos foi ferido com golpes de faca e socorrida para o Hospital de Trauma de Campina Grande, onde permanecia internada até o fechamento desta edição. De acordo com a polícia, o suspeito é o ex-companheiro, que queria reatar o relacionamento. Ele fugiu após a agressão.

Reflexos do machismo

Para a coordenadora do Centro 8 de Março, Irene Marinheiro, a violência contra a mulher ainda está muito ligada ao machismo, que fazem os homens se sentir donos das mulheres com quem se relacionam.

“Apesar das muitas conquistas que tivemos, a mudança de cultura é um processo lento. Esses crimes também são carregados de muito ódio, pelo fato de as vítimas serem mulheres, o que fica claro na crueldade com que são mortas, a grande quantidade de facadas ou tiros, o que caracteriza o feminicídio”, acrescentou.

Relacionadas