segunda, 21 de setembro de 2020

Policial
Compartilhar:

Carros apreendidos na Operação Dublê são periciados

Bruna Vieira / 20 de dezembro de 2016
Foto: Assuero Lima
Os 46 veículos apreendidos na Operação Dublê estão sendo periciados pela Secretaria de Segurança Pública. Em até 20 dias, eles serão entregues aos proprietários, segundo o delegado Nélio Carneiro, de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas da Paraíba. Esta é considerada a maior apreensão de carros roubados de todos os anos. Foi solicitada a prisão de outras cinco pessoas, ainda não deferidas pela Justiça.

Nélio Carneiro informou que três peritos estão trabalhando nas análises que devem estar prontas nesta quarta-feira (21). “Nós solicitamos a perícia em cada veículo, na qual será analisada o chassi e o motor para saber se houve adulteração. Após recebermos esses relatórios, fazemos uma triagem com todo cuidado para saber a quem pertence, se tem seguro. Pois, se a pessoa já recebeu o seguro, o carro será devolvido à seguradora. O proprietário mesmo que de outro Estado, tem que vir para buscar porque será ouvido, para relatar como foi roubado e levar uma cópia do relatório pericial. Isso faz parte do inquérito”, explicou.

Alguns proprietários que tiveram seu carro roubado há até oito meses e já nem tinham esperança de recuperação, já entraram em contato com a DRFVC.

“Algusn já sabem que o carro está aqui, mas, só permitimos que venha quando estivermos com o relatório da perícia em mãos. A maioria dos veículos foi roubado recentemente. Mesmo que houver adulteração é possível identificar porque o número é bem aprofundado, não é tão fácil de ser apagado. Apaga-se superficialmente, mas, eles ficam dentro de uma chapa cunhados”, disse o delegado.

Nélio revelou que outras cinco pessoas devem ser presas nos próximos dias. “As que não foram presas em flagrante, solicitamos a prisão à Justiça, mas, não posso prender ainda, não sei se fugiram. Todos os que foram presos estão no Róger, exceto o professor, que por ter nível superior, está no quartel. Tem mais carros a serem localizados. Depois da entrega aos donos, tem outros aspectos a serem investigados. Os documentos serão periciados para saber se são autênticos ou não e os desdobramentos”, afirmou.

Relacionadas