terça, 16 de julho de 2019
Policial
Compartilhar:

Ação de bandidos e tiroteio na UEPB deixam alunos em pânico e 16 feridos

Mayara Oliveira e Isis Vilarim / 02 de abril de 2019
Foto: Imagem compartilhada por WhatsApp
“Inicialmente todo mundo pensou que era um atentado, ninguém lembrou que tinha banco na Universidade, foi tudo muito rápido, foi um pavor muito grande e o que veio na nossa mente era apenas se proteger... Foram momentos de puro terror, muita gente passou mal, ficou em pânico. Era muita gente deitada no chão, um por cima do outro,” relatou a estudante de Jornalismo, Bruna Couto, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB).

Ela se refere ao momento que viveu, onde pelo menos uma estudante e um segurança da UEPB foram baleados na manhã de ontem em Campina Grande, após assaltantes trocarem tiros com seguranças durante assalto a um carro-forte que fazia abastecimento dos caixas eletrônicos de agência bancária instalada na Central de Integração Acadêmica, no Campus de Bodocongó. Bruna estava com mais 100 pessoas dentro do auditório 1, da universidade.

Pelo menos 14 estudantes ficaram feridos ao pular do primeiro andar da Central de Aulas, onde o tiroteio ocorreu.

A polícia foi acionada, mas os assaltantes já tinham fugido. Eles conseguiram levar um malote de dinheiro e uma arma. As pessoas que estavam no prédio, entre elas estudantes e funcionários, tiveram que se esconder nas salas e auditórios no momento em que ouviram os tiros no local.

O prédio teve que ser evacuado para que a perícia fosse realizada e as imagens das câmeras do prédio utilizadas para identificar os suspeitos do crime. Conforme a Polícia Militar, a suspeita é de que quatro assaltantes estejam envolvidos na ação.

As vítimas, no total de 16, foram encaminhadas pelo Serviço de Atendimento Móvel e Urgência (Samu) para o Hospital de Trauma de Campina Grande, nenhuma em estado grave. O segurança foi atingido com dois tiros, um no pé esquerdo e outro na perna direita, mas não teve faturas, e já foi liberado.

A jovem que também foi encaminhada para unidade, vítima dos tiros, foi atingida de raspão na região lombar, Ela passou pelo atendimento e foi liberada. Os outros estudantes (14) tiveram lesões ortopédicas, uma vez que ao pular do primeiro andar da Central de Aulas, em desespero, e acabaram se ferindo.

Aulas retomadas hoje. Devido ao ocorrido, o reitor da universidade, Rangel Júnior, decretou que as aulas da UEPB fossem suspensas durante a tarde e a noite de ontem para que a situação fosse normalizada no local.

Desta forma, as aulas e demais atividades acadêmicas dos cursos que compõem o Centro de Educação (CEDUC), o Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), o Centro de Ciências e Tecnologia (CCT) e o Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) retornam ao normal hoje, assim como as atividades dos setores administrativos. A decisão levou em consideração o estado emocional da comunidade universitária, bem como a necessidade de conclusão do trabalho pericial da Central de Integração Acadêmica.

A Polícia Civil, por sua vez, investigará o caso.

Abastecimento proibido



O reitor da UEPB, Rangel Júnior, disse ao Portal Correio que já temia que uma ação criminosa como a ocorrida na manhã ontem na instituição pudesse acontecer. Segundo ele, a reitoria, inicialmente, solicitou ao banco o não abastecimento dos caixas eletrônicos por prever que um fato desses pudesse ocorrer. “A agência não movimentava dinheiro nos caixas por determinação da reitoria. Nós já tínhamos o temor de que uma ação como essa pudesse acontecer. Fugiu do nosso controle, mas tudo foi monitorado”, disse. De acordo com Rangel Júnior, a UEPB solicitou de novo à agência que não determine mais o abastecimento.

MP-Procon. Um procedimento administrativo instaurado pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba para apurar a responsabilidade administrativa e civil do Banco Santander no assalto. O procedimento foi instaurado pelo diretor regional do MP-Procon de Campina Grande, o promotor de Justiça, Sócrates Agra, com base no Código de Defesa do Consumidor e na súmula do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Relacionadas