terça, 11 de maio de 2021

Paraíba
Compartilhar:

Vai à praia no feriado? Conheça os riscos de entrar no mar impróprio para banho

Francisco Varela Neto / 24 de fevereiro de 2017
Foto: Assuero Lima
O carnaval bate as portas e o destino de muitos foliões são cidades com praias. Na Paraíba, a cada semana a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) divulga um novo boletim apresentando as praias que são e as que não estão apropriadas para o banho. Para entendermos melhor a situação das praias e os riscos de tomar banho em água inapropriada, o coordenador de medições da Sudema, João Miranda,  explica melhor o que ocorre.

“As doenças relacionadas ao banho, em geral, não são graves. A mais comum delas é a gastroenterite, que pode causar enjôo, vômitos, dores de estômago, diarreia, dor de cabeça e febre. Mas em locais muito contaminados os banhistas podem estar sujeitos a doenças mais graves, como disenteria, hepatite A, cólera e febre tifóide. Geralmente, crianças e idosos, ou pessoas com baixa resistência, devem ter mais cuidado por serem mais suscetíveis a contrair doenças por meio da água contaminada“, esclareceu.

João Miranda revelou os motivos de uma praia estar própria para o banho em uma semana e na outra já estar imprópria. “A praia é classificada de acordo com os resultados das últimas 5 semanas, se esses resultados apresentarem 2 acima de 1000 UFC/100ml (Unidade Formadora de Colônia, usada nesse tipo de análise) a praia é classificada como imprópria até que um desses resultados desapareçam. Quando na semana da coleta apresenta resultado acima 2500 UFC/100ml a Sudema, como medida preventiva, interdita o trecho de praia devido a mesma estar com grande densidade de bactérias na água”, explicou

E para que os banhistas fiquem atentos as informações sobre as praias que irão frequentar, a sinalização deve estar presente. “A Sudema disponibiliza, nas praias urbanas da capital, placas indicando aos usuários e turistas as condições de balneabilidade da água. As placas foram confeccionadas em português e inglês em duas cores: vermelha para indicar que a praia está imprópria para o banho e atividades esportivas aquáticas  e verde, indicando que ela é apropriada. a abrangência equivale a 100 metros à direita e 100 metros à esquerda do local onde a placa foi instalada”, assegurou João Miranda.

Ele aproveita e faz um alerta para quem vai à praia nesse carnaval para a responsabilidade de todos em manter o local limpo. “É sempre bom lembrar aos foliões e banhistas que evitem os trechos de praias localizados em áreas frontais a desembocaduras de galerias de águas pluviais, principalmente se houver indício de escoamento recente. Além de ter o cuidado de manter as praias limpas, não jogando lixo pelas areias ou no próprio mar”, alertou o especialista

Banhistas podem aproveitar 43 praias no carnaval

De acordo com a Sudema, 43 praias do litoral da Paraíba poderão ser aproveitadas pelos banhistas durante o feriado de carnaval. A qualidade da água varia entre excelente, muito boa e satisfatória.  13 praias devem ser evitadas.

Relacionadas