sexta, 19 de julho de 2019
Paraíba
Compartilhar:

Operação infância roubada apura crimes de pedofilia

Redação com assessoria / 07 de outubro de 2016
Foto: Divulgação
Oito mandatos de busca e apreensão e oito de condução coercitiva (quando a pessoa é conduzida para naquele momento prestar esclarecimentos acerca dos fatos investigados) foram cumpridos nesta sexta-feira (07) nos municípios de Campina Grande e Alagoa Grande durante a “Operação Infância Roubada”, deflagrada pela Polícia Federal contra crimes de pedofilia que são investigados no Estado.

Os mandados foram expedidos pelos pelos Juízos Federais das 4ª e 6ª Varas Federais em Campina Grande, em virtude de trabalho conjunto da Polícia Federal e do Ministério Público Federal em Campina Grande relacionado a Inquéritos destinados a apurar crimes de pedofilia ocorridos através da internet.

Foram mobilizados 40 policiais federais para cumprimento das ordens judiciais.

A Polícia Federal, entretanto, esclareceu que nem todas as pessoas conduzidas são necessariamente investigadas pelo crime de pedofilia, pois há casos em que apenas seus nomes constam como assinantes do serviço de internet através da qual se deu o compartilhamento criminoso.

"Em razão da sensibilidade da investigação, que corre sob segredo de justiça, e visando preservar a imagem de todos os envolvidos, inclusive das vítimas, não será possível fornecer maiores detalhes acerca dos delitos investigados", diz a nota da PF.

 

 

 

Relacionadas