quarta, 20 de janeiro de 2021

Paraíba
Compartilhar:

Hospitais de Trauma da Paraíba atenderam 2,2 mil pessoas durante o carnaval

Francisco Varela Neto com assessorias / 01 de março de 2017
Foto: Arquivo
A Paraíba teve um balanço de 2208 atendimentos nos três principais hospitais de traumatologia do estado durante o carnaval. O levantamento dos hospitais de Emergência e Trauma de João Pessoa e Campina Grande e do Ortotrauma de Mangabeira, também na Capital, tem como base atendimentos feitos desde quinta-feira à noite até as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (01).

O Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, realizou 963 atendimentos durante o período de Carnaval. Os casos envolvendo quedas lideraram as entradas nos plantões durante o período, com 170 pacientes atendidos. Dos quase mil atendimentos, 164 foram vítimas de acidentes de moto, agressão física (26), acidente de automóvel (27), vítimas de arma de fogo (13), atropelamento (18), arma branca (12), queimaduras (8), pancadas (43), acidente de bicicleta (10) e afogamento (5). Os demais atendimentos foram de casos clínicos. No carnaval de 2016, o Hospital realizou cerca de 960 acolhimentos, tendo a mesma base de dados.

O Hospital de Emergência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, na cidade de Campina Grande, atendeu 746 pessoas no carnaval. Nesses dias foram realizadas 77 cirurgias. Os casos envolvendo acidentes de moto lideraram as entradas nos plantões durante o período. No total, 122 pacientes foram atendidos devido a acidentes com motocicleta, quatro vítimas de projéteis de arma de fogo, 12 de arma branca, cinco vítimas de acidente de carro e 22 por espancamento. Os demais atendimentos foram na Clínica Médica e na Pediatria.

O Complexo Hospitalar de Mangabeira Governador Tarcísio de Miranda Burity (Ortotrauma) realizou 499 atendimentos. Durante o Carnaval, foram feitos 268 atendimentos de urgência na ortopedia, 121 consultas com cirurgiões, 94 na clínica médica e 16 com profissionais de buco maxilo facial. A unidade hospitalar registrou a realização de 23 cirurgias, sendo 20 de ortopedia, duas cirurgias gerais e uma de buco maxilo facial.

 

Relacionadas