sábado, 19 de junho de 2021

Paraíba
Compartilhar:

Ataques de piranhas obriga prefeitura paraibana emitir comunicado a banhistas

Francisco Varela Neto / 17 de janeiro de 2017
Foto: Divulgação
Vários ataques de piranha tem sido relatados por moradores e turistas da cidade de Paulista, localizada no sertão paraibano. Os ataques vem ocorrendo no Rio Piranhas, que leva esse nome justamente por causa  do peixe conhecido como piranha-vermelha, que já viveu em grandes cardumes pela bacia do Piranhas.

A situação é tão alarmante que a secretaria municipal de Meio Ambiente e Turismo do município, emitiu um comunicado à população nesta segunda-feira (16), alertando os turistas das cidades vizinhas e á própria população de Paulista, que haja cuidado durante os momentos de lazer no Rio.

O secretário de Meio Ambiente de Paulista, Zaire Dantas, foi ouvido pelo Portal Correio e disse que somente no domingo (15), cinco pessoas foram atacadas. Ele disse ainda que na maioria dos casos, as vítimas foram mordidas nas pontas dos dedos ou no calcanhar e estavam nas partes mais fundas do rio.

Ele afirma que os casos podem estar ocorrendo devido à baixa do rio. “Acreditamos que por causa do baixo nível do rio, as piranhas estejam à procura de alimentos e terminam vindo para a parte onde há um grande número de banhistas. As piranhas não distinguem quem é humano ou animal.”, disse.

A área dos ataques, segundo o secretário, é frequentada por pessoas da cidade e da região por ser um dos pontos turísticos de Paulista. “Há bares nessa parte do rio, o que atrai muitos turistas para o local. Então é importante as pessoas tomarem cuidado”, falou Dantas.

 

Relacionadas