terça, 11 de dezembro de 2018
Cidades
Compartilhar:

O ataque ao PB1 e todos os fatos que marcaram a semana nas fotos do CORREIO

Redação / 17 de setembro de 2018
Os fatos que marcaram a semana podem ser relembrados todas as segundas-feiras no Jornal CORREIO em sua versão on-line. Os leitores podem conferir aquelas fotografias que representam as notícias que mais repercutiram em todo o estado. Os dias das fotos estão ordenados de acordo com a data da publicação e não do acontecimento.



Terça-feira. O ataque contra a Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves de Abrantes, conhecida por PB1, em João Pessoa, mostrou que a segurança pública da Paraíba não está preparada para enfrentar bandidos com armamento pesado. O próprio governador Ricardo Coutinho disse que os bandidos portam armas semelhantes às que são usadas por terroristas e que a polícia não pode usar armamento desse tipo. Isso coloca as forças de segurança em desvantagem, em situações como o resgate no PB1. A repórter Nalva Figueiredo registrou a cena de horror.



Quarta-feira. A Justiça Eleitoral realizou uma reunião a portas fechadas com representantes da segurança pública, na sede da Justiça Federal em Campina Grande. Participaram da reunião o Comando Regional do Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Bombeiros e Polícia Civil. Para a região de Campina Grande, a PM deve contar com reforço de mais de 1,4 mil homens, sendo 500 somente para atuar no município. Já os Bombeiros devem trabalhar com 70 homens na prevenção de mal estar de eleitores, entre outros incidentes. Antonio Ronaldo registrou a reunião.



Quinta-feira. Em algumas vias públicas de João Pessoa, principalmente nos locais de intenso fluxo de veículos e em áreas comerciais, é comum observar motoristas cometendo infrações de trânsito. No entanto, as irregularidades estão sendo vistas pelas câmeras de monitoramento da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) e tem gerado autuações e multas. Neste ano, só pelos equipamentos de imagem foram 17.540 autuações convertidas em multas. Já dos redutores de velocidade foram registradas 11.794 multas. Juntando as duas formas de conter as infrações de trânsito foram pagas mais de R$ 2,2 milhões. O flagrante do desrespeito à lei é de Raniery Soares.



Sexta-feira. Vários atletas de jiu jitsu se reuniram de forma solidária para ajudar um companheiro de combate. O lutador Paulo Maurício, 31 anos, se submeteu há três cirurgias e está há três meses sem treinar. Em prol do tratamento e recuperação, seus amigos decidiram realizar um workshop na Pirâmide do Parque do Povo sobre a arte marcial para arrecadar dinheiro e ajudá-lo. A assessoria divulgou a foto.



Sábado. Um interno do Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira morreu após se jogar de um veículo que entrava no local. Após o ocorrido, o Jornal CORREIO investigou as condições do local. A foto é do repórter fotográfico Assuero Lima.



Domingo. A metralhadora anti-aérea calibre ponto 50, antes vista só em filmes, também já virou rotina nas ações criminosas no Estado. E ao contrário de muita gente imagina, não são bandidos de fora que estão vindo para cá. São os criminosos paraibanos que estão se armando, com ajuda de facções do Sudeste, a exemplo do Comando Vermelho e do PCC. O clique é de Rafael Passos.

 

 

Relacionadas