quinta, 21 de março de 2019
Cidades
Compartilhar:

Número de radares eletrônicos nas BRs da PB subirá de 71 para 186

Aline Martins e Katiana Ramos / 13 de fevereiro de 2019
Foto: Rizemberg Felipe
A quantidade de equipamentos eletrônicos de velocidade instalados nas rodovias federais da Paraíba passará de 71 para 186 aparelhos, entre radares fixos e barreiras eletrônicas, o que representa um aumento de 162%. A ampliação dos novos pontos monitorados surgiu a partir de estudos do órgão que detectaram a necessidade de instalação dos limitadores de velocidade nas estradas principalmente para evitar acidentes. As informações foram confirmadas ontem pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Superintendência Regional na Paraíba.

Na região do Sertão, de acordo com o Dnit, alguns radares antigos, pertencentes a uma empresa que mantinha contrato com o órgão, foram retirados logo após o encerramento do prazo do contrato, no dia 14 de janeiro.

Conforme o Dnit na Paraíba, o contrato, Consórcio Data Traffic-Velsis, celebrado com a empresa Data Traffic S/A, que tinha um total de 71 equipamentos eletrônicos de velocidade instalados (32 radares fixos e 39 barreiras eletrônicas), estava em seu terceiro contrato emergencial que expirou. Os equipamentos pertenciam a empresa contratada, e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes apenas pagava pela operação. Com o término do contrato, a empresa recolheu os equipamentos atendendo a exigência contratual.

Para que as estradas não ficassem sem monitoramento, um novo contrato está em vigor. Desta vez com a Fiscal Tecnologia e Automação LTDA (Fiscaltech), que tem a previsão de instalação de 186 equipamentos, sendo 71 substituições dos antigos e 115 novos pontos, assim como todas as sinalizações. De acordo com o Dnit na Paraíba, já há 33 equipamentos em instalação nos municípios de Sousa, Cajazeiras, Uiraúna, Juazeirinho e Pombal.

Na semana passada, três lombadas eletrônicas foram instaladas no município de Condado, também no Sertão. Na opinião do educador físico Glauco Lacerda, que mora no município, a medida trouxe mais segurança a pedestres e condutores, principalmente no trecho próximo a entrada da cidade. “O trecho próximo ao açude é perigoso e nas proximidades têm casas bem próximas à pista. Na minha opinião, essas lombadas podem diminuir o número de acidentes”, comentou.

Até o Litoral. Após a instalação, a empresa fará vistorias em João Pessoa com a finalidade de substituir os equipamentos instalados na circunscrição da unidade local do Dnit em Santa Rita, e logo depois na circunscrição de Campina Grande e por último a instalação dos novos pontos que não foram informados pelo órgão.

O Dnit informou que a previsão é que todos os 186 equipamentos estejam em operação até o mês de julho deste ano.

Multas



Ainda conforme o Dnit na Paraíba, as notificações só se iniciam após a aferição dos primeiros equipamentos. Até agora 16 faixas já foram aferidas, e se aguarda a emissão do laudo pelo Ipem (Instituto Nacional de Pesos e Medidas) para colocá-los em operação, o que deve ocorrer até esta quinta-feira.

Relacionadas