terça, 19 de janeiro de 2021

Cidades
Compartilhar:

Boa Sentença: Sedurb começa a retirada das ossadas

Lucilene Meireles / 12 de maio de 2017
Foto: ASSUERO LIMA
Uma semana depois que o muro do Cemitério Senhor da Boa Sentença desabou, deixando ossos humanos e restos de túmulos sobre um imóvel na Comunidade Bela Vista, no Varadouro, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) começou a retirada dos entulhos. A previsão para conclusão do trabalho é de até quatro dias, e a Defesa Civil do Município está acompanhando a remoção para avaliar os riscos.

“A Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) está fazendo um estudo técnico e deve ter um projeto definido para a construção do muro. Será construído um muro de arrimo para garantir mais segurança para as famílias, mas ainda não temos prazo, porque depende do projeto”, declarou o secretário da Sedurb, João Furtado. Como o local é de difícil acesso, a retirada dos restos de túmulos está sendo feita com carrinho de mão.

O coordenador da Defesa Civil, Noé Estrela, disse que uma vistoria foi feita no dia em que o muro caiu. Na quarta, uma nova visita foi feita em conjunto com a Sedurb e Seinfra. “A Defesa ficou com a responsabilidade de acompanhar a remoção. Ainda há risco de desabar e vamos esperar retirar o material para fazer outra avaliação. Até agora, a família vai continuar, mas pode ser que haja necessidade de sair depois de novas avaliações dos técnicos”, destacou.

Os moradores do local estão assustados e temem que o problema volte a acontecer. “Foi um barulho enorme. Eu estava na parte de cima quando tudo começou a desabar. Eu vi o muro descer junto com os túmulos e ossos que estavam nos ossários. Atingiu a casa da vizinha, rachou a parede da cozinha e do banheiro dela. Tenho medo que desabe de novo e derrube a minha casa”, declarou a dona de casa Ivonete Roseno Pereira.

Novo cemitério. O cemitério do Mussumago, fechado há cerca de oito anos, está localizado em uma área com dificuldades na drenagem e, por isso, normalmente alaga com chuvas frequentes. “Temos um problema no nível do lençol d’água. Estamos estudando outro local para construir um novo que poderá ser, inclusive, no modelo vertical”, disse o secretário João Furtado. Outros dois cemitérios que poderão ganhar túmulos no mesmo padrão são o São José, no bairro de Cruz das Armas, e o do Cristo Redentor.

Conforme o secretário, está sendo realizado um estudo da verticalidade dos túmulos. “É um projeto de certa complexidade que envolve arquitetura e técnica. Está em fase de discussão, mas será feito”, observou. Com a verticalização, segundo ele, aumenta o número de vagas. “A falta de espaço hoje é a grande dificuldade que temos nos cemitérios”, acrescentou.

Visitações. Os seis cemitérios de João Pessoa devem estar prontos ainda hoje para receber os visitantes no próximo domingo, Dia das Mães. Estão sendo feitos serviços como capinação, varrição, coleta de lixo e pintura de meio-fio. Além disso, a iluminação pública está sendo reforçada para garantir segurança às pessoas que estiverem nestes locais ao anoitecer. Só no Boa Sentença, são mais de 60 agentes atuando. Haverá missas e ações nos principais cemitérios. Ao todo, são esperadas cerca de 50 mil pessoas.

O trabalho é coordenado pela Divisão de Cemitérios da Sedurb e haverá tendas de apoio à população oferecendo testes de glicemia, aferição de pressão e higienização das mãos. Os cemitérios vão funcionar das 7h às 18h e, durante todo o dia, as equipes de agentes estarão de plantão. No dia seguinte, haverá a retirada de excedentes de resíduos como velas e flores.

12 mil

È a quantidade de túmulos perpétuos nos seis cemitérios públicos de João Pessoa. Além destes, são cerca de 7,5 mil covas rotativas. O cemitério Senhor da Boa Sentença é o maior, com quase 7 mil túmulos e mais de 300 covas rotativas.

 

Relacionadas