domingo, 09 de dezembro de 2018
Cidades
Compartilhar:

Moradias do Aluízio Campos são sorteadas em CG

Beto Pessoa / 01 de fevereiro de 2018
Foto: Chico Martins
Centenas de pessoas estiveram nessa quarta-feira (31) no Parque do Povo para acompanhar o sorteio das moradias do complexo habitacional Aluízio Campos, em Campina Grande. Além dos selecionados, a Prefeitura Municipal de Campina Grande também divulgou lista com 1.230 nomes de pessoas que estão na fila de espera. O Ministério Público Federal (MPF) a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) acompanharam o processo.

A escolha dos beneficiados foi feita através de um programa criado pela UFCG. A instituição e o MPF realizaram o sorteio simultaneamente com a Prefeitura, em três computadores diferentes, para garantir a lisura. “Foi necessário fazer um sistema blindado para que as pessoas não fossem prejudicadas por serem amigas ou inimigas ou tenham conhecimento com qualquer um dos participantes do processo”, explicou o secretário de Planejamento, André Agra.

Sete pessoas foram escolhidas entre o público presente para sortear os números que abririam o programa. Logo depois, duas senhas diferentes precisaram ser inseridas pelo secretário e pelo procurador do MPF, Bruno Matos.

“Nós fizemos os sorteios simulados simultâneos e todos os resultados foram idênticos, o que confirmou que o sorteio foi feito da maneira correta”, disse o procurador.

Estrutura

O conjunto tem 3.012 casas e 1.088 apartamentos, com um investimento da ordem de R$ 233 milhões.

A área conta com 66 ruas e nove avenidas e equipamentos como praças, creches, escolas, duas Unidades Básicas de Saúde, entre outros setores. A área total é de quase 800 hectares, que também será ocupada com empreendimentos comerciais e industriais.

Lista dos contemplados

Os interessados devem acessar o site www.campinagrande.pb.gov.br/aluiziocampos para saber se foram sorteados. Quem estiver com o nome na lista deve aguardar os procedimentos que foram iniciados nessa quarta-feira (31).

“Elas não precisam fazer nada por enquanto, a gente vai encaminhar a lista para o Banco do Brasil com os sorteados e a lista reserva para que o banco verifique se alguém tem algum tipo de restrição. Alguma pessoa que tenha dívida, que tenha casa em algum outro lugar do país, essa pessoa será excluída e entra quem está na reserva”, explicou André Agra.

Além disso, a PMCG também vai investigar se algum dos sorteados não informou corretamente a renda ou não entregou a documentação comprobatória. Quem tiver algum problema identificado será excluído do processo.

“O sorteio é uma etapa, uma importante etapa, mas apenas uma etapa. Essas pessoas não podem se considerar beneficiadas. Agora virão as outras etapas”, completou o secretário de Planejamento.

Os sorteados que passarem por todas as etapas receberão a chance de financiar o imóvel. O valor a ser pago nas parcelas depende da renda de cada pessoa, mas vai de R$ 80 e R$ 275 no prazo de dez anos. O complexo Aluízio Campos é construído através do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ do Governo Federal, em parceria com a Prefeitura.

Relacionadas