sexta, 21 de setembro de 2018
Meio Ambiente
Compartilhar:

Polícia Ambiental resgata mais de 15 bichos-preguiça por mês

Bárbara Wanderley / 27 de janeiro de 2018
Foto: Nalva Figueiredo
Em João Pessoa não é incomum a ocorrência de bichos-preguiça tentando atravessar a rua, principalmente nas proximidades da Mata do Buraquinho e da mata do Campus I da Universidade Federal da Paraíba.

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb)realiza uma média de 15 a 20 resgates desses animais por mês. Muitas vezes, porém, as pessoas tentam agir sem a ajuda dos policiais, o que não é recomendado, pois além de se machucar, a pessoa pode acabar também piorando a situação do animal.

De acordo com o capitão Rodrigues, do BPAmb, muitas vezes o animal sai da floresta depois de perder uma disputa por território, no caso dos machos. “Se a pessoa retorna aquele animal para o mesmo local de onde ele está saindo, onde ele já perdeu a disputa, ele pode voltar a brigar e até morrer”, comentou. Além disso, diferente do que as pessoas podem pensar, o ataque da preguiça é rápido e pode causar ferimentos graves.

Segundo ele, é comum encontrar preguiças nas margens das matas, pois é o local que tem mais embaúbas, árvores das quais esses animais gostam de se alimentar. No período de reprodução, elas podem tentar atravessar de uma mata para outra (entre a do Buraquinho e da UFPB) em busca de pares para acasalar.

Relacionadas