domingo, 16 de maio de 2021

Cidades
Compartilhar:

Mais de 5,5 mil ruas vivem no barro em CG e JP

Aline Martins / 18 de fevereiro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
 

É poeira no verão e lama no inverno. Na Paraíba, 18 municípios ainda sofrem com a falta de acesso pavimentado, que é sinônimo de isolamento. Nas duas maiores cidades do Estado, João Pessoa e Campina Grande, ainda há 5,5 mil vias no barro. As secretarias afirmam que as gestões municipais não têm recursos para pavimentar todas as vias.

É o caso da Rua Maria de Lourdes Pessoa, no bairro de Água Fria, na Capital. A estudante Samara Araújo precisa deixar as janelas fechadas para evitar que a poeira entre na residência. Ela convive com esse problema há sete anos.

Parece muito, mas o chefe de departamento de pessoal, Iremar Barbosa, que mora na Rua Indio Arariboia, no Alto do Mateus, disse que sua família vive situação parecida há mais de 40 anos. Detalhe: na rua, funciona uma escola municipal, e os alunos driblam o esgoto que, segundo os moradores, é perene no local, para entrar no colégio. Uma péssima lição. “A Prefeitura pavimenta ruas de loteamentos novos e deixa a gente morrer nessa situação. É injusto”, queixou-se.

Na Capital, nos últimos três anos foram pavimentadas, em 25 bairros, 103 ruas no total de 22,03 quilômetros. Segundo a Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), que informou por meio da assessoria de imprensa, as ruas com prioridades de pavimentação são as vias eleitas por meio das plenárias do Orçamento Participativo. Por isso, a PMJP recomenda à população que participe das plenárias.

Obras do DER

Segundo o diretor de Operações do DER, Hélio Cunha Lima, em 2011, 54 cidades não tinham acesso asfaltado e 51 eram de responsabilidade do poder estadual. Até este ano, 33 tinham saído do isolamento, como no mês passado, aconteceu com o município de Algodão de Jandaíra, no Agreste.

Em Campina

O secretário de Obras e Planejamento, André Agra, disse que o déficit de ruas não pavimentadas é em torno de 28%, o que corresponde a 930 ruas de um total de 3.300 vias públicas. Ele contou que a previsão é que 400 ruas sejam pavimentadas até o final do ano, quando termina a atual gestão.

 

Relacionadas