terça, 13 de abril de 2021

Luto
Compartilhar:

Despedida: Dom Marcelo será sepultado em João Pessoa

Celina Modesto / 26 de março de 2017
Foto: Divulgação
O arcebispo emérito da Paraíba, Dom Marcelo Cavalheira, será sepultado na Paraíba. A chegada do corpo de Dom Marcelo a Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves está prevista para as 9h30 desta segunda-feira (27), de acordo com comunicado da Arquidiocese da Paraíba. A Missa de Exéquias, seguida do sepultamento, está marcada para as 16h. “O sepultamento será dentro da Catedral, onde está o túmulo dos outros bispos”, informou padre Ruy. Dom Marcelo morreu no Recife, cidade onde estava morando. DOm Marcelo morreu na noite deste sábado (25).

O que se sabe até o momento é que Dom Marcelo estava bastante doente, com a saúde muito debilitada, também por causa da idade. Ele morreu indo para o hospital, ainda no carro que o conduzia. “Agora, no dia da Anunciação, do Martírio de Dom Oscar Romero, Dom Marcelo faz sua Páscoa e no céu vai encontrar Dom Helder, Pe. Ibiapina e muita gente do Povo de Deus!”, disse o Vigário Geral da Arquidiocese da Paraíba, Mons. Virgílio Bezerra de Almeida, expressando o sentimento de todos que fazem a Arquidiocese da Paraíba.

Autoridades lamentam morte de Dom Marcelo

Por meio das redes sociais, políticos também manifestaram pesar em relação ao falecimento de Dom Marcelo Carvalheira. O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, afirmou que “nosso querido Arcebispo deixará saudades”. Por sua vez, o deputado Gervásio Maia, na conta pessoal do Twitter, desejou “uma passagem de luz”.

Os prefeitos de João Pessoa e Campina Grande divulgaram nota oficial lamentando a morte do arcebispo emérito da Paraíba, Dom Marcelo Pinto Carvalheira. “O guerreiro de voz mansa e postura simples, que se agigantava quando saia em defesa dos mais pobres e contra as injustiças sociais, merece todo o nosso respeito, além de ser referenciado pela sua fé, pelo incansável trabalho em prol de uma igreja libertadora e pela sua luta em defesa das liberdades democráticas e justiça social”, disse Luciano Cartaxo.

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, determinou à Procuradoria Geral do Município preparação de decreto estabelecendo luto oficial de três dias na cidade pela morte do líder religioso e da cantora Maroca (Maria das Neves Barbosa), uma das integrantes do grupo “Ceguinhas de Campina Grande”. De acordo com Romero, mais do que uma vida dedicada ao sacerdócio, Dom Marcelo sempre foi um exemplo de firmeza na fé, retidão na postura e compromisso com os mais necessitados.

Para o prefeito campinense, principalmente em sua trajetória dentro da Igreja na Paraíba, Dom Marcelo fez história, ao ir além das atribuições formais inerentes ao cargo de Arcebispo Metropolitano da Paraíba. Discreto, engajado e nunca se omitindo de participar das lutas pelos elevados valores do cristianismo, o líder religioso se mostrou digno da confiança da comunidade católica do Estado.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa também emitiu nota de pesar na noite do último sábado. “Dom Marcelo viveu pelos mais pobres e pelos que clamam por Justiça”, destacou o presidente da CMJP, Marcos Vinícius. Ainda, na nota, a CMJP destacou que “Nos solidarizamos neste momento de dor com os familiares e com todo povo da Paraíba  pela perda deste homem que dedicou sua vida a Deus e aos mais pobres.”

Relacionadas