sábado, 05 de dezembro de 2020

Cidades
Compartilhar:

Lei determina exame toxicológico na contratação e demissão de motoristas

Ainoã Geminiano / 06 de dezembro de 2015
Foto: Diego Nóbrega
“Estava perto de amanhecer o dia quando eu chegava em uma ponte, em Minas Gerais e vi um caminhão capotado no meio da pista. Era um amigo caminhoneiro, que sabíamos que andava se drogando para dirigir. Cochilou na curva e morreu, sem sequer conseguir pagar o caminhão que tanto sonhou comprar”, contou.

São histórias como essa que a Lei 13.103/2015 quer evitar ao impor, a partir do ano que vem, a obrigatoriedade de exames toxicológicos de larga janela de detecção, na contratação e na demissão de motoristas habilitados nas categorias C, D e E.

De acordo com o artigo 148-A, os motoristas também deverão ser submetidos ao exame para tirar e renovar a habilitação, repetindo o exame na metade do tempo de validade da carteira. A reprovação no exame implicará na suspensão no direito de dirigir por um período de três meses.

Leia a reportagem completa no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas