sexta, 18 de setembro de 2020

Justiça
Compartilhar:

Servidores cruzam os braços e param serviços no Judiciário da Paraíba

Ainoã Geminiano e Wênia Bandeira / 10 de novembro de 2015
Foto: Divulgação
A partir desta terça-feira (10) quem precisa dos serviços da Justiça Estadual vai encontrar problemas. Os servidores do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiram deflagrar greve por tempo indeterminado, reivindicando principalmente uma reposição de perdas salariais. Para a presidência do TJPB não há motivos para a paralisação. Nessa segunda à tarde, servidores se reuniram com o desembargador Marcos Cavalcanti que apresentou uma contraproposta, o que não evitou o início da greve.

A categoria se reúne às 14h30 desta quarta-feira em uma assembleia geral para avaliar a nova proposta e decidir se mantém ou encerra o movimento. De acordo com Camilo Sousa Amaral, presidente da Associação dos Técnicos e Analistas Judiciários da Paraíba (Astaj), neste primeiro dia, apenas os serviços considerados essenciais estarão funcionando. No entanto, o diretor de Comunicação do Tribunal, Valter Nogueira, todas as áreas estão com trabalho sendo realizado, mesmo que de forma menos intensiva.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba

Relacionadas