domingo, 25 de outubro de 2020

Justiça
Compartilhar:

Lindolfo Pires diz que vai recorrer da decisão que o deixou inelegível por oito anos

Mislene Santos / 29 de março de 2017
Foto: Divulgação
O deputado estadual licenciado e atual secretário de Turismo da Paraíba, Lindolfo Pires (PROS), foi condenado a oito anos de inelegibilidade, pela prática de crime eleitoral, supostamente, cometido quando disputou a Prefeitura de Sousa em 2012.  Na época, ele teve um veículo aprendido com dinheiro e cheques.

Por conta disso, foi instaurada uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE). A sentença foi pública nesta quarta-feira (29). A decisão A decisão é do juiz da 35ª Zona Eleitoral Fabiano L. Graças costa. O magistrado entendeu que houve abuso de poder econômico por parte de Lindolfo Pires que saiu derrotado da eleição.

Lindolfo Pires disse que recebeu a notícia com muita tranquilidade. Ele acredita ter havido alguns equivoco na interpretação dos fatos que culminou em sua condenação.

“Nós respeitamos a decisão, mas não concordamos com ela, por isso, vamos recorrer apontando algumas obscuridades no processo. Caso o nosso pedido não seja acolhido de forma exitosa pela justiça paraibana, vamos recorrer às instâncias superiores”, afirmou Lindolfo Pires.

 

 

 

Relacionadas