segunda, 25 de janeiro de 2021

João Pessoa
Compartilhar:

Semob freia alta velocidade na Avenida Pedro II, em JP

Bruna Vieira / 01 de abril de 2017
Foto: Rafael Passos
Para a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), a medida deve reduzir os acidentes nesses trechos. Na próxima semana, as colunas serão implantadas para dar suporte ao equipamento eletrônico.

O superintendente da Semob, Carlos Batinga, informou que não haverá período de adaptação aos motoristas, já que a sinalização já estará concluída quando os equipamentos começarem a funcionar. “Partes da Pedro II já está sinalizada. Na primeira quinzena tudo estará instalado. Essa semana serão colocadas as colunas, para que na semana seguinte, a equipe eletrônica coloque os visores, que já estão na Semob. O limite de velocidade em João Pessoa é de 50 km/h”, destacou.

Batinga ressaltou que a medida diminuirá os índices de acidentes. “Onde temos colocado, a redução é grande, praticamente acaba. Quase ninguém obedece o limite de velocidade sem que haja o redutor, o motorista além de ser muito egoísta, só quer resolver o seu problema, desconhece e descumpre as leis, falam ao celular, estacionam na calçada, avançam sinal vermelho, param em faixa de pedestre. Para combater esse comportamento estamos em campanha educativa permanente e usando a tecnologia para punir os infratores, tem que pesar no bolso para que respeitem”, ponderou.

O superintendente informou que na Avenida Pedro II, sentido bairros-Centro não há necessidade da instalação de redutor, por se tratar de subida e não haver problemas com excesso de velocidade. “As próximas ações são a implantação do binário da Torre, que estamos terminando de capear com asfalto o trecho da rua Carneiro da Cunha e a sinalização do binário do José Américo, próximo ao Cajueiro na principal, que começará a funcionar na próxima semana”, revelou Batinga.

Trecho perigoso. Os acidentes são constantes no trecho da Avenida Pedro II, na curva próximo ao Jardim Botânico, na Torre. Por isso, o redutor de velocidade está sendo implantado logo após o cruzamento com a rua José Severino Massa Spinelli. O motorista carreteiro Marcos Luís Santana, já sofreu acidente no local. “Acabei um carro ali e nem vinha correndo muito, mas, os ônibus e caminhões soltam um pouco de óleo e a pista parece sabão. A lombada vai reduzir os acidentes porque quem vem em alta velocidade terá que diminuir. Os motoristas também precisam estar atentos à pista molhada, você roda sem perceber”, relatou.

O cozinheiro Raimundo Nonato Silva acredita que o redutor deveria estar nos dois sentidos. “Seria bom, passo diariamente no local e vejo como necessário. A medida é importante para reduzir acidentes e já poderia ter sido implantada há mais tempo, já que não resolve só com educação”, apontou.

Já para o contador José Arnóbio de Souza, a ação não é suficiente. “De lombada a gente já está cheio e mesmo assim os acidentes continuam. O que resolve é a educação dos motoristas, é uma curva aberta, não tem como passar direto. Diariamente presencio acidentes aqui”, opinou.

Relacionadas