sexta, 27 de novembro de 2020

João Pessoa
Compartilhar:

Semob divulga nova mudança no trajeto da Romaria da Penha, que acontece no sábado

Da redação com Secom/JP / 25 de novembro de 2015
Foto: Rafael Passos
A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob-JP) anunciou nesta quarta-feira uma nova alteração no percurso da Romaria da Penha, que acontece neste sábado (28) em João Pessoa. Inicialmente, o órgão havia anunciado que, em um dos trechos do trajeto, os trios elétricos e o fiéis iriam seguir por caminhos distintos. Porém, nesta quarta-feira, a superintendência voltou atrás e afirmou que os fiéis e os trios elétricos ficarão juntos durante todo o trajeto, inclusive quando o cortejo passar pelo final do bairro dos Bancários e início de Mangabeira.

De acordo com a Diretoria de Operações da Semob, o trajeto entre os bairros dos Bancários e Mangabeira será da seguinte forma: trios elétricos e romeiros passarão pela Rua Walfredo Macedo Brandão (principal dos Bancários) e seguirão juntos à esquerda pela Rua Paulino dos Santos Coelho, depois pela Avenida Santa Bárbara até alcançarem a Avenida Hilton Souto Maior (lateral do Shopping Mangabeira). A partir daí, os participantes continuarão o tradicional percurso até o Santuário da Penha.

A nova alteração foi vista como viável para manter fiéis e trios elétricos juntos, sem acarretar riscos à segurança tanto dos pedestres quando dos veículos que estarão participando do evento religioso.

 Efetivo

Noventa agentes de mobilidade urbana estarão empenhados no plano organizado pela Semob para garantir o ordenamento no trânsito e a segurança no fluxo de todos que estiverem participando da romaria, evento que terá início na noite do sábado (28) e encerrará na manhã do domingo (29). Serão utilizadas 25 viaturas, sendo 20 motocicletas e 05 carros.

Interdições

A Semob lembra ainda aos condutores que todas as vias incluídas no percurso do evento, desde a Igreja de Lourdes (Jaguaribe) até a Praia da Penha, estarão com o trânsito interditado. Os agentes de mobilidade estarão realizando os bloqueios necessários à medida que romeiros e trios elétricos forem avançando no percurso. O Trevo das Mangabeiras, assim como seu entorno, também estará com os acessos bloqueados.

Relacionadas