quinta, 13 de maio de 2021

João Pessoa
Compartilhar:

Pirataria ‘tira’ dois milhões de empregos e remédios falsos geram prejuízo de R$ 9 bi

Edson Verber / 15 de setembro de 2015
Foto: Rafael Passos
A prática da pirataria tira mais de dois milhões de empregos no mercado formal no Brasil e é “infinitamente” pior do que a corrupção, em termos de valores. Já a falsificação de medicamentos causa prejuízo de cerca de R$ 9 bilhões por ano, quantia equivalente a toda riqueza produzida, a cada ano, em um estado como a Paraíba.

Foi o que revelaram, ontem, durante a cerimônia de abertura da Semana Consumo Seguro, no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça da Paraíba, a presidente do Sindireceita (Sindicato Nacional dos Analistas Tributários da Receita Federal do Brasil), Silvia de Alencar; e o diretor do MP-Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba), Glauberto Bezerra.

A programação prossegue, com diversas atividades, até a proximas sexta-feira, nos municípios de João Pessoa, Campina Grande e Cabedelo. O objetivo é a prevenção de acidentes de consumo, abordando a falsificação de produtos e seus impactos negativos junto à sociedade. Para tanto tem participação de especialistas do Brasil e países como a Inglaterra e realiza-se em parceria com a Fundação Solidariedade e o Sistema CORREIO de Comunicação.

Trata-se de um evento da maior importância, porque tem uma parte educativa para as crianças e adolescentes, que são os consumidores do futuro. afirma Beatriz Ribeiro, Diretora Executiva do Sistema Correio.

Leia mais no Jornal Correio da Paraíba.

Relacionadas