sexta, 18 de setembro de 2020

João Pessoa
Compartilhar:

Onde estão as calçadas e os estacionamentos?

Lucilene Meireles / 10 de novembro de 2016
Foto: Nalva Figueiredo
Em João Pessoa, sobra carro, falta vaga para estacionar, e isso tem sido justificativa para que muitos condutores cometam infrações. Param em filas duplas, na faixa de pedestre, obstruem o acesso de cadeirantes, ocupam vagas exclusivas e calçadas. Nesse caso, o pedestre se vê obrigado a transitar entre os veículos em movimento, colocando a vida em risco. A Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob) admite que, mesmo com a previsão de aumento no número de vagas da Zona Azul, de 1,4 mil para 3 mil até o final do ano, o problema não será resolvido. Desobstruir calçadas, incentivando o condutor a andar a pé, e melhorar o transporte público, para que o motorista deixe o veículo em casa, são apontados como formas de reduzir o problema, mas são apenas paliativos. O rodízio de veículos foi descartado.

O Centro é o local mais crítico, pois mesmo com as vagas da Zona Azul e os estacionamentos privados, a situação é caótica. Os motoristas param em qualquer lugar, e as calçadas são as preferidas. Na Avenida Tabajaras, Centro da Capital, os pedestres se sentem indignados com o problema que é comum. “Me sinto revoltada. A calçada é do pedestre, mas ignoram isso”, declarou a estudante de enfermagem, Joana Silva . Wanessa Brito, colega de curso da estudante, também passa pelo sufoco diariamente. “Falta respeito com o pedestre”, disse. Na Rua Princesa Isabel, ao lado do Mercado Central, a situação se repete, assim como em outros pontos da cidade.

"Hoje não há uma solução. O que se pode fazer é melhorar as calçadas e o transporte coletivo. Se as calçadas estiverem desobstruídas, as pessoas se dispõem a andar mais. Temos que investir mais em transformar o Centro para as pessoas e não os carros. E se melhorar o transporte público, as pessoas deixariam o carro em casa" - Carlos Batinga, superintendente da Semob.

Leia Mais

Relacionadas