sexta, 22 de janeiro de 2021

João Pessoa
Compartilhar:

No caminho tinha um poste e ele agora será retirado

Redação / 11 de setembro de 2015
Foto: MPPB
Imagine você ir caminhando em uma calçada e, de repente, ter que ir para o meio da rua, porque no local reservado para o pedestre existe um poste? E mais ainda se você for cadeirante. Era o que estava acontecendo em João Pessoa. Mas depois de uma inspeção realizada pelo 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Social, isso agora vai mudar, porque foi determinado que 37 postes, 20% dos 186 que fazem parte de uma das linhas de alta tensão de distribuição de energia elétrica da Energisa, sejam removidos ou relocados.

“A Energisa deverá fazer a regularização e a adequação necessárias, pois boa parte desses postes está interferindo na mobilidade, descumprindo normas técnicas e colocando em risco a população e o meio ambiente”, adianta o promotor de Justiça João Geraldo Carneiro Barbosa, da 2ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e do Patrimônio Social da Capital.

Por toda a manhã desta sexta-feira (11), o promotor realizou uma inspeção in loco para identificar as áreas onde os postes apresentam essas irregularidades e, dentro de dez dias, a Energisa e os órgãos públicos que também participaram dessa inspeção deverão apresentar relatórios sobre as medidas que já foram tomadas e as que deverão ser efetuadas e, no dia 1º de outubro, uma nova audiência pública será realizada no Ministério Público para tratar do assunto.

Esses postes que apresentam problemas foram instalados de forma irregular, desrespeitando a legislação, comprometendo a mobilidade em calçadas públicas, interferindo no paisagismo histórico da cidade e impactando o meio ambiente. Essa linha de alta tensão que atravessa o território pessoense tem início na subestação de energia localizada no município de Santa Rita, passa pela Subestação Cruz do Peixe, no início da Avenida Epitácio Pessoa, na capital, e termina na subestação de energia do município de Cabedelo.

 

 

Relacionadas