domingo, 19 de novembro de 2017
João Pessoa
Compartilhar:

Mercado improvisado: feiras fecham ruas em JP e prejudicam comerciantes e clientes

Bruna Vieira / 02 de novembro de 2015
Foto: Nalva Figueiredo
No mercado de Valentina, uma feira fecha a rua lateral aos fins de semana. Os carros ficam impedidos de passar e os feirantes esperam por um local em que possam trabalhar sem interferir no trânsito. A Secretaria de Desenvolvimento Urbano de João Pessoa está analisando a escolha do espaço.

Em Cruz das Armas, não há rampas de acesso para os clientes nas lojas laterais, que precisam ser atendidos do lado de fora.

Seu Manoel Luiz dos Santos vem de Ponta de Gramame comercializar os produtos que ele mesmo planta com a família há 13 anos. “É orgânico, não tem veneno. Colocaram a gente na quadra, mas lá era escondido, ninguém comprava. O apurado não dava nem para o café. Disseram que ia para a rua lateral, mas não tem calçamento. Quando chove é o lameiro mais feio do mundo. Por isso estamos aguardando”, disse.

Além de fechar a rua para os veículos, os comerciantes são acusados de tirar a freguesia do mercado público.

Feira no local divide opiniões

Alguns feirantes relataram que não são bem vistos pelos comerciantes do mercado, porque estariam ‘tirando a freguesia’ deles. Mas, para Damião Faustino, que tem um açougue, a feira só veio a contribuir. “As pessoas ainda gostam desse tipo de comércio. Melhorou bastante com a feira, porque atrai mais pessoas, que acabam entrando no mercado e comprando”, afirmou.

A assistente administrativa do mercado, Verônica Costa informou que a feira não atrapalha o comércio do mercado e que a situação é temporária. “No começo havia problemas porque quem passava de carro ou de moto reclamavam da rua fechada, assim como os moradores, mas com a promessa de que seria até fazer o calçamento da outra rua, eles pararam de reclamar”, declarou.

Leia mais no jornal Correio da Paraíba 

Relacionadas