terça, 17 de julho de 2018
João Pessoa
Compartilhar:

Grupo que trabalhava em terreno no Valentina Figueiredo há 20 ano teve barracas demolidas

Bruna Vieira / 23 de outubro de 2016
Foto: Rafael Passos
Comerciantes que ocupavam terreno na Rua Poeta Humberto Maul tiveram seus estabelecimentos demolidos pela Prefeitura. Há mais de 20 anos trabalhando no local, eles pedem uma alternativa aos gestores, para que possam continuar trabalhando. O secretário de Desenvolvimento e Controle Urbano, Newton Marinho afirmou que está cumprindo uma determinação judicial e que o terreno pertence à prefeitura e já tem destinação.

Fernanda Pereira confirmou que a área pertence à prefeitura e algumas pessoas invadiram para montar seus comércios. E por muito tempo isso foi permitido. Depois de 20 anos trabalhando com o bar e o restaurante self-service, ela não sabe de onde vai tirar o sustento da família caso tenha o ponto demolido. “Quarta eles derrubaram uma casa, o lava a jato e o fiteiro. E disseram que vão demolir tudo em 15 dias. Só mostraram um papel, mas, não nos deram nenhuma notificação por escrito. Só falam de boca mesmo. Ao todo são sete famílias prejudicadas nos dois terrenos vizinhos, sem contar com os funcionários que perderão seus empregos. O pior é que não temos nenhuma perspectiva. Esse tempo todo vendendo aqui, a gente só sabe fazer isso. Vamos para onde? Viver de quê? Não temos nenhum amparo”, desabafou.

O aposentado João Bosco Vasconcelos, 73, mantinha um comércio de eletrônicos, mas, não foi só o ganha pão que virou escombros. A casa onde morava, construída no local, também veio abaixo.

Maria Cleonice viu o fiteiro do filho ruir. Elisângela Lins teve tempo de retirar a ilha onde vende Açaí.

Leia Mais

Relacionadas