quinta, 13 de maio de 2021

João Pessoa
Compartilhar:

Crise e transposição pautam Dilma em João Pessoa

Redação / 04 de setembro de 2015
Foto: Blog do Planalto
A crise e a transposição do Rio São Francisco foram temas que pautaram a presidente Dilma Rousseff (PT), em João Pessoa, na tarde desta sexta-feira (04). Sobre o empreendimento hídrico, ela disse que o compromisso do governo é de entregar a obra o mais rápido possível. Dilma esteve na Capital paraibana participando da sessão do Dialoga Brasil - a nova plataforma de interação do Governo Federal com a população. A presidente também cumpriu agenda em Campina Grande, onde entregou 1.948 casas do programa Minha Casa Minha Vida.

LEIA MAIS: Dilma promete obras emergenciais para a Paraíba enfrentar a seca

19h40 - Dilma finalizou seu discursos lembrando que a maior conquista do país é a democracia. "A grande conquista democrática do país foi sermos capazes de viver com as reivindicações, porque na minha época se manifestar de forma clara e contrária ao governo dava cadeia, quando não dava coisa pior. Por isso essa conquista é uma conquista que vamos preservar a todo custo. A estabilidade desse país significa respeito às instituições e ao voto popular".

19h36 - A violência contra a mulher também foi lembrada pela presidente Dilma. "Somos um governo que tem imensa honra de fazer uma firme luta sempre apoiando a mulher vítima de violência".

19h33 - A transposição do Rio São Francisco voltou a ser assunto como obra de segurança hídrica para todo o Nordeste. "A Transposição do Rio São Francisco é uma obra fundamental porque vai garantir o acesso à água. Temos o compromisso de entregar a obra da Transposição do São Francisco o mais rápido possível". ressaltou Dilma.

19h26 - A presidente Dilma explica para que serve o Dialoga Brasil de forma simples com acesso ao conhecimento popular. "O Dialoga serve para conferir se tudo está nos conformes. Para que vocês digam se aquele projeto está certo ou se poderia ser melhorado ou modificado. O Dialoga é um mecanismo pelo qual nós nos aproximamos para aceitar sugestões. E iremos responder".

19h17 - "O Brasil é um país com uma história especial. Somos compostos por pessoas vindas de todas as partes do mundo. O Brasil foi feito de muitas nacionalidades, muitas etnias. E se tem uma riqueza que perpassa esse país é essa diversidade", falou Dilma.

19h12 - Para a presidente a maior conquista do Brasil é conhecer as suas diferenças e dar oportunidades a todas elas. "A grande conquista do governo foi olhar para o país e saber que temos diferenças, mas que todos temos direito a oportunidades. É isso que distingue meu governo e distinguiu o governo do presidente Lula. Nós olhamos para as diferentes regiões e percebemos que o povo das diferentes regiões tinha direito a oportunidades. Tenho certeza que trabalhamos muito para reverter toda a história de desigualdade que pesava sobre as regiões desse país".

19h08 - Dilma conversa com a plateia pessoense no Dialoga Brasil. "Só tem um jeito das pessoas se aproximarem: é olhar um no olho do outro. Dialogar é ter essa capacidade de olhar um para outro e perceber que somos companheiros, que um pode achar uma coisa e o outro achar outra coisa. A arte do diálogo é isso, perceber que temos diferenças".

19h02 - Ricardo volta a falar em crise e em superação. "Nesse governo se olhou para o Nordeste porque se incluiu políticas públicas para o desenvolvimento. Precisamos ter o desafio para poder dizer se o Brasil supera nossas dificuldades e segue adiante ou se volta a uma época que o povo era apenas chamado quando era para votar. Dilma foi a presidente que mais avançou na construção de adutoras e de transposição, eu não tenho menor dúvida. O que está diante de nós é não permitir o retrocesso, porque esse país é maior que qualquer crise. Vamos superar essa crise porque eu conheço municípios onde se andava 30 quilômetros para ter acesso a um médico, sem saber se poderia encontrá-lo, porque chegava e o médico não estava mais lá".

18h57 - Ricardo Coutinho fala durante o Dialoga Brasil. Para ele essa é mais uma ferramenta de aproximação entre o governo e a população. "Quero dizer que a senhora está numa terra que cultiva a democracia, 155 mil pessoas cadastradas já passaram por grandes plenárias para construir esse Estado. É por isso que obras que antes eram tão distantes agora estão tão próximas. Por isso que considero o Dialoga Brasil uma plataforma de aproximação".

18h51 - Grupo folclórico Cavalo Marinho da Paraíba se apresenta no Dialoga Brasil.

18h44 - Ministro Arthur Chioro fala sobre melhorias em postos de saúde. "Vamos trazer informação e a capacidade de dizer que vamos enfrentar o problema das drogas. O jovem precisa ter capacidade de olhar pra frente e ir além das drogas. No Dialoga Brasil vamos conversar sobre a prevenção das drogas".

18h38 - Concursos públicos para intérprete de LIBRAS é a proposta comentada pelo ministro Renato Janine.

18h35 - Ministra Tereza Campello comenta proposta sobre migração.

18h33 - Ministro Juca Ferreira, da Cultura, fala sobre proposta para acesso à banda larga.

18h15 - É a vez do ministro da Saúde Arthur Chioro falar. "Temos 63 milhões de brasileiros passaram a contar com a presença completa de equipes de saúde com médicos. Na Paraíba temos 421 médicos atendendo 1,4 milhão de pessoas. É a primeira vez que temos todos os distritos indígenas atendidos por médico, 96% daqueles que são atendidos pelo Mais Médicos estão muito satisfeitos".

18h07 - O ministro da Justiça, Eduardo Cardozo, disse que não é fácil controlar as fronteiras e que vai trabalhar nos Estados as fronteiras integradas para que as polícias trabalhem de maneira integrada. Ele também falou sobre ações de segurança que têm contribuído para reduzir os números da violência. "Temos um aplicativo onde você coloca o número da placa do veículo e sabe se ele é roubado".

17h50 - O ministro da Educação, Renato Janine, disse que a Paraíba foi além e colocou educação étnica, indígena. Ele também falou sobre programas federais de integração na educação como Sisu, Enem, Fies e Pronatec. "Isso está muito bem colocado nos 223 planos de educação do Estado. Precisamos mostrar que educação é fundamental para o fim da desigualdade".

17h44 - Ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, também participa e fala da redução da pobreza. "O Brasil é conhecido no mundo todo por ter saído do mapa da fome. Conseguimos todas essas vitórias porque não aceitamos a ideia de que a pobreza era natural e resolvemos que tínhamos que enfrentar esse problema. Nós já temos a primeira geração de crianças livre da fome".

17h37 - O ministro da Cultura, Juca Ferreira, fala sobre os programas escolhidos para serem discutidos no Dialoga Brasil. "A presidenta está convidando a população para aprimorar as políticas públicas".

17h29 - O ministro da Secretaria Geral, Miguel Rossetto, explica o que é o Dialoga Brasil. "O diálogo organiza o nosso governo. Com ele aproximamos nossos programas da realidade vivida por vocês, temos compartilhado juntos as conferências da segurança, da saúde que tem constituído marca forte do nosso governo. Temos mais uma forma de dialogar, estamos apresentando uma plataforma digital. O que é que queremos com isso? É construir mais e mais participação social".

17h26 - O prefeito Luciano Cartaxo inicia a sessão e fala da importância do Dialoga Brasil. "Estamos tendo essa oportunidade de poder abrir esse canal de diálogo com os movimentos sociais acreditamos muito nas instituições, na democracia e mais ainda no diálogo é fundamental como ferramenta de crescimento. Na condição de prefeito, de companheiro da presidente Dilma quero dar boas vindas e dizer que João Pessoa está de portas abertas".

Relacionadas