terça, 11 de maio de 2021

João Pessoa
Compartilhar:

Depois do caos com a chuva, o dia para com protestos

Redação / 10 de maio de 2016
Foto: Assuero Lima
Uma série de protestos contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff paralisou várias ruas e rodovias por toda a Paraíba durante esta terça-feira (10). Manifestantes ligados a movimentos sociais, como o Movimento Sem Terra (MST), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Central Unica dos Trabalhadores (CUT), entre outros, promoveram o fechamentos de rodovias, ferrovias, garagens de ônibus e vias públicas durante toda a manhã. As manifestações começaram a ser registradas por volta das 5h30 desta manhã e se estenderam até às 12h30, aproximadamente.

Um dos protestos aconteceu no Centro de João Pessoa. De acordo com a Superintendência de Mobilidade Urbana (Semob), a manifestação, que passou em frente ao Bompreço e à entrada dos ônibus nas plataformas do Parque Solon de Lucena, bloqueou as vias de acesso ao local. O trânsito chegou a ser desviado para outras ruas. Em seguida, os manifestantes seguiram pela avenida Diogo Velho, passando pela Avenida Pedro II, com destino ao Ponto de Cem Reis, no centro da cidade.

Outros protestos 

Outros protestos ocorreram nesta manhã em mais seis Estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Bahia e Espírito Santo), além do Distrito Federal.

Na BR-230 sentido João Pessoa-Campina Grande, quilômetro 35, as duas vias foram interditadas, o que deixou o trânsito caótico. Ainda na BR-230, no quilômetro 148, em Campina Grande, as duas faixas da rodovia também foram interditadas. Os manifestantes liberaram por volta das 9h desta manhã os dois trechos da BR- 230.

Na BR-101, sentido João Pessoa-Recife, também foi registrada a interdição nas duas faixas e, de acordo com informações houve confronto entre os participantes do protesto e um agente penitenciário. Um tiro teria sido disparado.

Também foram realizados protestos em frente a empresa de ônibus Unitrans, no bairro do José Américo, em João Pessoa. De acordo com a Semob, o ato foi finalizado por volta das 8h20 e o acesso à empresa liberado. A manifestação causou aglomeração nos pontos de ônibus da Capital.

Na Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) também houve registro de protesto, o que impediu os trens de circularem. A via de acesso a CBTU, próximo ao terminal rodoviário, também registrou interdição.

Também foi registrado nesta manhã um protesto no município de Lagoa Seca localizada na região Metropolitana de Campina Grande, contra o impeachment da Presidente Dilma Rousseff.

A  Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que a BR- 230 sentido João Pessoa - Cabedelo foi interditada pelos funcionários da empresa de coleta de lixo urbano, os protestantes reivindicaram o pagamento de salário atrasado. A liberação ocorreu por volta das 9h.

Relacionadas