domingo, 15 de setembro de 2019
João Pessoa
Compartilhar:

Corpo de Vivianny será velado nesta terça

Ainoã Geminiano / 15 de novembro de 2016
Foto: Divulgação
O corpo da vendedora Vivianny Crisley será velado nesta terça-feira (15), quando a família for ao Instituto de Polícia Científica para fazer a liberação. A notícia da confirmação de que o corpo encontrado em um matagal na cidade de Bayeux na semana passada circulou na internet nessa segunda-feira, com a informação de que a polícia já teria acionado a família. Mas, apesar da importância do comunicado, quase duas horas depois da confirmação, nenhum familiar tinha sido contatado.

"Estou na condição de ser o contato da família tanto com a imprensa, quanto com a polícia, mas até agora tento falar com o delegado, com o IPC e não consigo", disse Welitânia Freitas, tia de Vivianny. Com o auxílio da reportagem do Correio da Paraíba, ela conseguiu falar com a diretora do IPC e finalmente receber a informação oficial. "Ainda vamos tomar várias providências com relação a velório, sepultamento e provavelmente só iremos retirar o corpo hoje", acrescentou. A reportagem não conseguiu contato com os delegados responsáveis pelo caso.

Entenda o caso

Vivianny Crisley desapareceu na quinta-feira (20), após sair de uma casa de shows, no bairro dos Bancários, zona Sul da Capital. As informações dadas pela família são de que ela teria ido comemorar o aniversário de uma amiga, que teria deixado a festa antes do fim. Vivianny preferiu continuar no evento e teria ficado na companhia de desconhecidos. Imagens das câmeras de segurança do estabelecimento mostram a vendedora deixando o local na companhia de um homem.

Linha do tempo do caso

20/10 (quinta-feira): Vivianny sai para comemorar o aniversário de uma amiga em uma casa de show na Zona Sul.

21/10 (sexta-feira): Às 3h18 a vítima é vista com vida pela última vez, saindo do estabelecimento acompanhada dos três suspeitos. Na noite do mesmo dia, o Boletim de Ocorrência foi registrado.

24/10 (segunda-feira): A polícia prendeu o homem que estava em posse do celular de Vivianny, em Bayeux.

04/11 (sexta-feira): Allex Tomas foi preso na região de Campina Grande.

07/11 (segunda-feira): o possível corpo de Vivianny foi encontrado na Mata do Xexém, em Bayeux.

11/11 (sexta-feira): Polícia apresenta Allex Aurélio Tomas dos Santos, 22 anos e revela a identidade dos dois suspeitos procurados: Jobson Barbosa da Silva Júnior (Juninho), Fagner das Chagas Silva (Bebé)

14/11 (segunda-feira): IPC conclui exame de DNA e confirma que corpo é de Vivianny

Relacionadas