sábado, 19 de setembro de 2020

Cidades
Compartilhar:

Escola insegura vira alvo de bandidos e diretora quer instalação de câmeras

Fernanda Figueirêdo / 05 de maio de 2016
Foto: Arquivo
Segundo relatos de alunos, os criminosos entraram na sala com as armas em punho e disseram que todos ficassem quietos e passassem celulares e carteiras.

Dois homens armados e encapuzados invadiram uma sala de aula da Escola Estadual Marechal Almeida Barreto, no Centro de Juazeirinho, na região da Borborema. O crime aconteceu por volta das 19h da última terça-feira. A dupla pegou os pertences de 15 alunos e os deixou trancados. Ninguém ficou ferido, mas o susto foi grande. Depois do assalto, a escola suspendeu as aulas de 140 jovens e adultos que estudam à noite.

A diretora Ana Maria Dias informou que registrou boletim de ocorrência na delegacia de Polícia Civil e comunicou à 3ª Região de Ensino. Segundo ela, o muro da instituição é muito baixo, o que facilita a ação de bandidos. “Queremos dar entrada em um processo de licitação para colocar câmeras na escola. Os rapazes pularam o muro sem que ninguém visse, levaram o que quiseram e ninguém pode fazer nada”, disse.

Ana Maria afirmou que o professor havia acabado de sair da sala. “Estávamos recebendo o estoque da merenda. Como o vigia também é porteiro e a escola é grande, foi muito fácil. E o medo que a gente tem é exatamente esse, eles perceberam que somos alvo fácil”. Ninguém reagiu, mas houve tumulto e gritaria, depois que os bandidos saíram.

A Polícia Militar foi até o local e fez diligências na região, mas até o fechamento desta edição ninguém havia sido preso.

 

Leia Mais

Relacionadas