domingo, 19 de novembro de 2017
Cidades
Compartilhar:

Em busca de acordos, Patos inicia mutirão Dpvat na terça-feira

Da Redação / 18 de outubro de 2015
Foto: Divulgação
A estrutura organizada para atender à demanda contará com 20 bancas de conciliação. Ao todo, segundo o diretor-adjunto do Núcleo de Conciliação do Tribunal de Justiça da Paraíba, Fábio Leandro, serão 25 pessoas envolvidas, entre servidores, peritos, promotores de Justiça, defensor Público e juízes, estes responsáveis pela homologação dos acordos.

Compõem, ainda, o número de pessoas envolvidas estudantes do curso de Direito das Faculdades Integradas de Patos (FIP).

O magistrado explicou que os advogados encaminharão para o local do mutirão seus constituintes e os respectivos processos já informados previamente ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do TJPB, para que as vítimas de acidentes automobilísticos se submetam à perícia médica no local.

As sessões de conciliação serão facilitadas por conciliadores recrutados dentre alunos da FIP, vinculados ao Centro de Conciliação e Mediação de Patos (CCMP), coordenados pela Professora Tayana Adélia Palmeira e pelo Juiz Hugo Gomes Zaher, que receberam treinamento específico do Tribunal.

O esforço abrangerá as comarcas de Água Branca, Bonito de Santa Fé, Brejo do Cruz, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Conceição, Coremas, Cuité, Itaporanga, Malta, Monteiro,Patos, Paulista, Piancó, Picuí, Pombal, Prata, Princesa Isabel, Santa Luzia, Santana dos Garrotes, São Bento, São João do Cariri, São João do Rio do peixe, São José de Piranhas, São Mamede, Serra Branca, Sousa, Sumé, Taperoá, Teixeira e Uiraúna

Relacionadas