sexta, 23 de abril de 2021

Educação
Compartilhar:

Professor Trindade traz aula de regências verbal e nominal

Redação / 27 de março de 2019
Não há programa de concurso que não traga os tópicos: regência verbal e regência nominal. Resolvemos conversar um pouco sobre elas na coluna de hoje.

Pensemos numa orquestra: existe o maestro, que emite um comando e os músicos, que obedecem. Nesse caso, o maestro é regente e os músicos, regidos. Tanto que, nas notícias sobre o espetáculo, diz-se: “a orquestra será regida pelo maestro fulano...”.

Na língua também é assim: há verbos que exigem (mandam) um termo para acompanhá-los (por meio de preposição, ou não) e outros que os acompanham; temos, aí, a regência verbal e há nomes que exigem (mandam) que haja um termo para acompanhá-los (por meio de preposição, ou não) e outros que o acompanham; a isso se dá o nome de regência nominal.

Termo regente, portanto, é o termo que manda e regido o que obedece.

O homem ansiava (regente) por uma melhora (regido) no emprego. (regência verbal).

O homem tinha ânsia (regente) de glória. (regido) – regência nominal.

REGÊNCIA VERBAL

Relacionaremos, a seguir, a regência de alguns verbos exigidos em concurso:

A regência do verbo preferir é preferir uma coisa A outra:

Você deve, então, dizer: “Prefiro ficar em casa a ir ao shopping”. E não: “Prefiro ficar em casa do que ir ao shopping”.

AVISAR/PREVENIR/INFORMAR

Os verbos avisar, prevenir e informar têm a mesma regência. Você deve usá-los da seguinte maneira:

Avisar alguém de alguma coisa

ou

Avisar a alguém alguma coisa.

Temos, então, como corretas, duas construções:

Avisei você de que o show iria começar.

Ou

Avisei a você que o show irá começar.

No caso de usarmos os pronomes O e LHE, faremos a regência da seguinte maneira:

Avisei-O de que o show iria começar.

Ou

Avisei-LHE que o show iria começar.

Note: havendo o DE, não há o LHE.

Regência do verbo ASSISTIR

ASSISTIR, no sentido de presenciar, ver, é transitivo indireto; no sentido de dar assistência, é transitivo direto*. No sentido de morar (atualmente em desuso), é intransitivo.

EXEMPLOS:

Assistimos, ontem, ao jogo do Brasil.

O médico assistiu o jogador, quando este se machucou.

Assisto, atualmente, em João Pessoa.

*Alguns gramáticos consideram que o verbo assistir, no sentido de dar assistência, pode ser usado tanto como transitivo direto como indireto.

A regência do verbo VISAR é a seguinte:

VISAR, no sentido de aspirar, querer conseguir, é transitivo indireto; no sentido de dar o visto, visar um alvo, é transitivo direto:

O rapaz visa a um bom emprego.

O funcionário visou o cheque.

O soldado visou o alvo e atirou.

Pede-se bastante em prova a regência envolvendo pronomes. Coloca-se um espaço para que o candidato diga qual pronome preenche aquele espaço. Para isso, o concursando tem que ter noção da regência ou do nome ou do verbo. O conselho é: olhe o nome ou o verbo que estiver depois do pronome. Se aquele pedir preposição, esta acompanha o pronome; caso não, coloca-se o pronome sem preposição:

Exemplos:

Completar os espaços com os pronomes que/cujo, com ou sem preposição:

O livro ........ te referiste é muito bom.

O livro ........ falaste é muito bom

O livro........ me emprestaste é muito bom.

A moça ....... olhos brilhavam estava muito alegre.

A moça ......... olhos te falei é bela.

Resposta: a que (tu te referiste ao livro).

de que (tu falaste do livro).

que (tu me emprestaste o livro).

cujos (os olhos dela brilhavam).

de cujos (eu te falei dos olhos dela).

Observação importante:

Cujo e flexões só se usam em frases que indicam posse.

REGÊNCIA NOMINAL

Na regência nominal, o termo regente é um nome:

Estava ansioso por conhecê-lo.

Ele tem medo de avião.

Ele estava ávido por uma resposta.

Em alguns casos, pode haver mais de uma regência, como os exemplos abaixo:

Acostumado a, com                    Consideração com, por, de         Junto a, de

Afeição a, por                             Contemporâneo a, de                  Ojeriza a, por

Alheio a, de, para, por                Equivalente a, de                        Paralelo a

Antipatia a, por                           Fanático por                                 Propenso a, para

Apto a, para                                Grato a, por                                 Propício a, para

Ansioso de, para, por                  Impaciência com                        Residente em

Atencioso com                            Habituado a                                Solidário com

Atento a, em                               Imune a                                       Vizinho a, de

Relacionadas