segunda, 16 de setembro de 2019
Educação
Compartilhar:

Na reta final da corrida pela aprovação; confira dicas para o ENEM

Bárbara Wanderley / 30 de outubro de 2017
Foto: Nalva Figueiredo
Falta apenas uma semana para a realização das primeiras provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e os estudantes vêm intensificando uma rotina de estudos que já se repete desde o início do ano. São os casos de Mariana Monteiro de Sá e Benevides e Felipe Anderson Candeia de Souza, ambos de 17 anos, estudantes do 3º ano do ensino médio. Veja vídeo.

Mariana contou que no início do ano passava o dia inteiro na escola. “Eu almoçava lá por perto, ou pedia almoço, e voltava para estudar mais”, disse. Atualmente, a rotina da adolescente é sair da escola às 13h30, almoçar e ir para o cursinho das 15h às 22h. “É puxado”, diz ela, que pretende fazer faculdade de Direito.

Já Felipe explicou que pela proximidade das provas tem mantido o foco na revisão dos conteúdos, principalmente do que foi visto nos anos anteriores. “Às vezes não dá nem para se aprofundar muito no assunto, porque é muita coisa para ver”. Ele contou que estuda em casa, todos os dias após a escola, até as 20h. “Inclusive aos domingos, só que no domingo não tem aula na escola”, disse. Felipe almeja o curso de medicina e diz que planeja participar da organização Médicos sem Fronteiras.

Ambos os estudantes disseram que vêm sacrificando a vida social, passeios e outras atividades em nome dos estudos. Os dois afirmaram que gostam muito de ler e sentem falta de livros que não estejam relacionados aos assuntos da prova, além de estarem evitando sair de casa.

“Perdi até uma viagem de família. Toda a minha família foi para Pipa (RN) e eu fiquei na casa da minha avó. Sei que se eu fosse não estudaria, e se por acaso eu não passar eu iria ficar culpando a viagem”, comentou Mariana.

Apesar da pressão e dos sacrifícios, eles não se arrependem e acreditam que estão no caminho certo.

Fator psicológico

“Mantenha a calma. O nervosismo é o pior inimigo”. É o que aconselha o professor Ricardo Fabiano, que dá aula de redação. A psicopedagoga Vanessa Lira concorda. “Não adianta se preparar o ano inteiro e ficar nervoso na hora da prova”. Ela também frisou a importância de se alimentar bem e dormir bem, até mesmo para não ficar doente às vésperas do Exame.

Vanessa Lira contou que orienta os seus alunos a fazerem um planejamento de estudos que inclua um momento para desopilar, seja uma sessão de cinema, um almoço em família ou a leitura de um livro. Exercícios físicos também são recomendados.

Felipe Anderson afirmou que faz questão de encontrar uma brecha na agenda corrida dos estudos para praticar um exercício físico. “Tento trabalhar a parte física e psicológica, o emocional também, para diminuir a ansiedade”, contou o estudante.

Revisar e se manter atualizado

O professor Ricardo Fabião, que dá aula de Redação, afirmou que o momento é de se dedicar às revisões de conteúdo. “O que o aluno tinha que aprender já foi passado ao longo do ano e em anos anteriores”, comentou, acrescentando que o ideal agora é rever esses conteúdos e ler bastante.

A leitura é fundamental para que o estudante consiga fazer uma boa redação. Assuntos como ecologia, problemas sociais, sexualidade e comportamento devem ser incluídos nos estudos. “Tenho um palpite que o tema da redação seja relacionado à homoafetividade. Já tivemos a temática da violência contra a mulher, do racismo e da intolerância religiosa”, disse o professor, acrescentando que a recente polêmica da “cura gay” e a homofobia talvez sejam tópicos abordados.

“Aconselho aos alunos vasculharem os temas que foram mais debatidos durante o ano. Acredito que ecologia e mobilidade urbana também têm chance”, ponderou.

Os estudantes Mariana e Felipe afirmaram que tentam se manter atualizados de possíveis temas da redação, mesmo com a rotina atribulada de estudos. “Quando a gente fica só estudando para a prova fica meio que vivendo em outro mundo, mas tento ler pelo menos as manchetes dos sites de notícias para não ficar por fora de tudo”, contou Mariana.

Revisão

O Governo do Estado está realizando aulões do Pré-vestibular Social (PBVest) desde o dia 23 de setembro, beneficiando cerca de 8 mil estudantes. As revisões que acontecerão nas vésperas das provas serão realizadas das 19h às 21h para toda a Rede Estadual de Ensino, sendo no dia 4 para as provas de Linguagens e Códigos e Ciências Humanas e no dia 11 para as provas de Ciência da Natureza e Matemática. Para ter acesso ao conteúdo do PBVest basta acessar o portal do pré-vestibular pelo endereço eletrônico: pbvest.pb.gov.br.


Relacionadas