domingo, 07 de março de 2021

Cidades
Compartilhar:

Colisões de veículos em estruturas da rede elétrica cresceram 137% de janeiro a maio

Beto Pessoa / 21 de julho de 2017
Foto: Reprodução
As colisões de automóveis em postes da rede elétrica têm crescido na Paraíba, gerando prejuízos para a população que fica horas sem fornecimento de energia. Segundo informações da Energisa Paraíba, concessionária responsável pela distribuição no Estado, de janeiro a maio deste ano já foram 185 equipamentos substituídos, valor 137% maior que o mesmo período do ano passado, quando foram 78 ocorrências. O número deste ano já corresponde a mais de 75% das substituições de 2016, que registrou 245 postes danificados.

Em João Pessoa, Bancários, Manaíra e Mangabeira são os bairros onde há maior ocorrência deste tipo, explicou o coordenador de Construção e Manutenção da Distribuição da Energisa, Thyago Tanouss, que destacou ainda o crescimento desses acidentes. “Os números de 2017 mostram um aumento proporcional nas ocorrências em relação ao ano passado”, disse. De acordo com o responsável pelo setor, vários transtornos podem acontecer à população dos bairros onde há acidentes. “Em média se leva três horas e meia para se trocar um poste. A população fica esse tempo todo sem energia. Há ainda o risco de choque elétrico, porque muitas vezes a afiação vem ao solo e quem passa por perto pode pisar e levar a descarga”, explicou Thyago Tanouss.

Geralmente, duas equipes distintas são acionadas para resolver os problemas, que têm níveis variados de transtorno. “Primeiro uma equipe vai ao local para avaliar o acidente. Às vezes a queda de um poste danifica outros, por causa da afiação que é puxada na queda. Daí uma segunda equipe vai ao local para substituir o equipamento”, disse Thyago Tanouss.

Motorista banca prejuízo

Outro dado importante, segundo Thyago Tanouss, é que os responsáveis pelos prejuízos da troca dos postes são os próprios condutores dos veículos. Cada substituição custa em média R$ 2,2 mil. “Uma equipe da Energisa aciona administrativamente o condutor. Se ele se negar a pagar, resolvemos juridicamente”. A distribuidora também informou que vem sendo bastante acionada por conta de problemas nas redes elétricas causados por acidentes envolvendo choque de caminhões com rede de telecomunicações que compartilham os postes de distribuição. Ao se deparar com um acidente, a Energisa orienta aos usuários informar à empresa através do atendimento ao consumidor ou tirando uma fotografia pelo aplicativo Energisa On, onde é enviada automaticamente as coordenadas geográficas do local.

Relacionadas