sexta, 15 de janeiro de 2021

Chuva
Compartilhar:

Chuvas na PB fazem açude sangrar, mas 40% dos reservatórios seguem em estado crítico

Luís Eduardo Andrade / 17 de abril de 2017
Foto: Reprodução
Os paraibanos vêm sendo bastante agraciados com as chuvas no sertão e brejo. Somente no último final de semana, mais de 15 cidades da Paraíba registraram precipitações superiores a 40 mm. E as águas vêm enchendo os reservatórios dos municípios. Depois do sangramento do açude São José II, em Monteiro, foi a vez do açude Vazante, em Diamantina, ter sua capacidade máxima atingida. Mas o dado negativo é que mesmo com as constantes chuvas, boa parte dos reservatórios ainda está em estado crítico de sua capacidade.

Um dos destaques do final de semana foi a cidade de Paulista, que fica a 395 quilômetros de João Pessoa, no Sertão paraibano. De acordo com a Agência Executiva de Gestão de Águas da Paraíba (Aesa), o município registrou 115 mm de chuvas, que ajudou o açude de Pitombeira a atingir quase metade de sua capacidade. Além disso, a cidade de Taperoá, que fica a 259 quilômetros da capital, no Cariri da Paraíba, ficou muito perto de sangrar atingindo 88,4% da sua capacidade total. Mas o grande destaque do feriadão foi mesmo o açude Vazante da cidade de Diamantina, no Sertão paraibano. As chuvas que chegaram à região ajudaram o reservatório a passar dos limites de sua capacidade total e sangrar.

Ainda em déficit

Apesar das boas chuvas, nem todas as cidades foram abençoadas com as águas. E com isso, muitos açudes ainda se encontram em estado crítico, com menos de 5% de sua capacidade preenchida. Esses reservatórios representam 40% do total de açudes da Paraíba. E ao que depender das chuvas nos próximos dias, a situação deverá continuar a mesma. Ainda segundo a Aesa, a previsão do tempo para os próximos dois dias é de nebulosidade variável e baixa possibilidade de chuvas espaçadas no Agreste, Cariri e Sertão.

João Pessoa alagada

Enquanto no interior do estado as chuvas representam esperança e bênçãos, na capital elas são sinônimo de estresse. As muitas precipitações na Paraíba atingiram também João Pessoa, e com isso, várias ruas e avenidas ficaram alagadas, atrasando a vida dos pessoenses.

Relacionadas